37° BPM lança oficialmente o projeto Identidade

37° BPM lança oficialmente o projeto Identidade

O 37° Batalhão de Polícia Militar (BPM) lançou oficialmente o projeto Identidade, na noite desta segunda-feira (16), em solenidade realizada no auditório da Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá (Acia). Uma das medidas é a prática da lei municipal 5.118, que proíbe a entrada de pessoas com o uso de capacete ou outro objeto que dificulte a sua identificação em estabelecimentos comerciais, de serviços de qualquer ramo bancário e repartições públicas.

Segundo o Código de Postura do município, o comerciante que não afixar a placa de uso proibido de capacete será multado e o cidadão que descumprir a lei irá responder por crime contra o Código Penal.

De acordo com o assessor de Comunicação do 37° BPM, capitão Eurípedes, a lei vigora desde 2007, mas era desconhecida por muitos comerciantes. Segundo ele, uma parceria entre a PM, Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep) e Acia criou as placas de identificação a serem fixadas nos estabelecimentos.

“O projeto é no sentido de orientar todo o comércio de Araxá a respeito do crime contra o patrimônio. Essa ação de se retirar o capacete vai dar uma visibilidade grande do motociclista e dar um sossego a esse problema. A partir de agora, o motociclista só será atendido nos locais sinalizados após retirar o capacete. Caso a pessoa se recuse, o comerciante poderá acionar a Polícia Militar que se fará presente no local”, afirma o capitão.

O comandante do 37° BPM, tenente-coronel Euripes José Alves, explica que o projeto vai levar mais segurança à população de Araxá, além de prevenir que crimes de assaltos e roubos com uso de capacetes continuem acontecendo.

“Temos feito um trabalho de prevenção lançando grupos específicos para combater esse tipo de crime cometido por motociclistas e intensificando as operações. Já conseguimos reduzir o número de assaltos, mas sempre procuramos fazer esse tipo de parceria com a sociedade, visando, justamente, prevenir os mais variados crimes”, destaca o comandante.

O presidente da Associação dos Mototaxistas de Araxá, Odimar França, diz que a aplicação da lei importante para melhorar a imagem dos mototaxistas. “Tivemos muitos assaltos cometidos por pessoas usando capacetes e isto acaba refletindo na classe. A associação vai contribuir para a aplicação da lei e colaborar para que os comerciantes tenham mais segurança para trabalhar.”

O presidente da Acia, Emílio César Ribeiro Parolini, destaca que o projeto concretiza mais uma etapa para melhorar a segurança do comércio local. “É mais uma medida de segurança que vem tranquilizar os empresários araxaenses e a população de um modo geral. A prevenção é sempre a melhor maneira de evitar assaltos e roubos em comércios e o projeto Identidade vai contribui bastante para a aplicação da lei municipal e, consequentemente, na redução desses crimes cometidos por motociclistas.”

Notícias relacionadas