3º Fliaraxá reúne 15 mil pessoas e comercializa 40 mil livros

3º Fliaraxá reúne 15 mil pessoas e comercializa 40 mil livros

Depois de quatro dias intensos de debates, palestras, oficinas, intervenções artísticas e espetáculos teatrais, o 3º Festival Literário de Araxá (Fliaraxá) chegou ao final com muitas atrações para os amantes da boa literatura. Em homenagem ao “Dia das Criança” a programação do domingo foi totalmente voltada para os pequenos leitores.

O domingo (12) foi aberto com o espetáculo teatral “Mania de Explicação” com a Cia Canguru. A peça, baseada no premiado livro de Adriana Falcão, foi assistida por cerca de 300 crianças. A festa continuou com Rodrigo Libânio que animou as crianças contando e cantando histórias. A última atração do dia ficou por conta do escritor e músico Tino Freitas, autor da canção do Tamanduel, que promoveu mais atividades infantis com o tema “Quem quer Brincar Comigo?” e colocou a música do mascote na ponta da língua da criançada.

Em quatro dias de evento, cerca de 15 mil pessoas passaram pelo Fliaraxá. Ao todo foram vendidos 40 mil livros.

O diretor administrativo da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), Antônio Gilberto Ribeiro de Castro, falou com alegria sobre o 3º Fliaraxá e já prometeu que virão outros festivais. “Nós apoiamos com a maior alegria e satisfação e essa terceira edição superou todas as outras. Principalmente, o concurso de redação que teve mais de 3 mil alunos participando e o primeiro lugar foi arrebatado por uma aluna de sete anos, neste tema tão importante, a leitura por um mundo melhor”, afirma

“E, só por isso já valeu, além das apresentações, debates, entrevistas, foi muito bom para a comunidade de Araxá e para a comunidade de leitores em geral”, afirmou. “Com o nosso apoio o Fliaraxá ficará de forma permanente no calendário cultural da cidade e do país. A CBMM sempre vai apoiar o Fliaraxá porque entende a importância dele para Araxá e para a cultura brasileira,” ressalta o diretor.

A programação do 3º Fliaraxá incluiu palestras e oficinas a cargo de escritores, jornalistas, artistas e pensadores como Affonso Romano de Sant’Anna, Alexandre Borges, com o espetáculo “Poema Bar”, Clóvis de Barros Filho, Chico dos Bonecos, Daniel Mordizinski, Eliane Brum, Elisa Freixo, Eduardo Moscovis, com o espetáculo “O Livro”, Evandro Affonso Ferreira, Fábio Cesnik, Fabrício Carpinejar, Fernanda Vianna, Gustavo Penna, Humberto Werneck, Jacques Fux, José Luiz Goldfarb, Kledir Ramil, Laura Conrado, Leila Ferreira, Luiz Ruffato, Luiz Vilela, Marcelino Freire, Marcia Tiburi, Martha Gabriel, Martha Medeiros, Mary Del Priore, Mauro Ventura, Najla Assy, Paula Pimenta, Raphael Montes, Rodrigo de Faria e Silva, Rodrigo Libânio Christo, Rubia Mesquita, Santiago Nazarian, Tino Freitas, Victor Andresco e Zuenir Ventura.

Entre outras atrações, o 3º Fliaraxá promoveu, em parceria com o Hay Festival, um dos mais conceituados festivais literários internacionais, uma exposição do renomado fotógrafo Daniel Mordzinski, com a inédita exposição “Quartos de escrita – Retratos de Escritores em Hotéis”. A mostra enfoca 70 grandes autores da literatura mundial clicados em hotéis, pelo mundo afora. Trata-se de uma homenagem do Fliaraxá pelos 70 anos do Grande Hotel.

O público do Fliaraxá poderá ver 70 retratos de escritores da importância de Jorge Luis Borges, José Saramago, Ernesto Sabato, Gabriel García Márquez, Mario Vargas Llosa, Eric Hobsbawm, Nadine Gordimer e Umberto Eco, captados em momentos de intimidade e reflexão, mas também de leveza e bom humor. A exposição “Quartos de escrita – Retratos de Escritores em Hotéis” fica aberta para visitação até 30 de outubro, de 9h às 18h, com entrada gratuita, no Tauá Grande Hotel. 

Notícias relacionadas