ACA conhece projeto para construção do sambódromo

ACA conhece projeto para construção do sambódromo

O prefeito Jeová Moreira da Costa recebeu a diretoria da Associação Carnavalesca de Araxá (ACA) e representantes das escolas de samba, na manhã de hoje durante o Café com o Prefeito, na sala de reuniões do Gabinete, para apresentar o projeto de construção do sambódromo e falar sobre os preparativos para o Carnaval de 2010.

Para o presidente da ACA, Hélio da Silva Pereira, o projeto ajudará dando mais estrutura e espaço físico para a realização dos desfiles. 

Jeová, confiante no projeto, já escolheu até o ritmo dos trabalhos. “Vai dar samba e eu tenho certeza que o sambódromo será mais um produto turístico e que estava com toda a potencialidade e energia em nossa cidade, como se fosse uma semente, embalada, e nós precisando arrumar uma terra fértil e plantar ela com muito amor”, conta. 

Ele afirma que a diretoria da ACA abraçou a idéia. “O presidente da ACA e toda sua equipe entenderam nossa proposta de governo para buscarmos este produto turístico voltado para a potencialidade das escolas de samba.”

Segundo Jeová, o sambódromo será mais um equipamento urbano ligado ao novo estádio. “Está dentro do projeto da arena olímpica e ficará ao lado do estádio, que terá um estacionamento, mas que numa outra direção servirá para o sambódromo, onde teremos um local adequado também para campeonatos de som e corrida de arrancada”, diz.

Processo licitatório

Segundo o prefeito, seu governo administra dentro da Constituição e jamais fará projetos fora dos conformes. “O processo licitatório será respeitados de acordo com as leis brasileiras, porque hoje nós temos os poderes da União, da Federação, do Estado e do município, mas é claro que devemos seguir dentro de uma linha que mudará o destino de Araxá, respeitando a Constituição brasileira”, afirma.

Previsão 

A previsão do prefeito é de que o Carnaval seja realizado em 2010 na av. João Paulo II, e em 2011, no sambódromo.

Verbas

Caso não consiga verbas estaduais e federais, Jeová diz que a construção do estádio e demais estruturas serão feitas com dinheiro do município. Ouça a entrevista.

Notícias relacionadas