Acidente na BR 262 tira vida de adolescente de 14 anos

Acidente na BR 262 tira vida de adolescente de 14 anos
Foto: Willian Tardelli

A Policia Rodoviária Federal (PRF), na manhã deste sábado, 09 de janeiro, por volta de 11h00, na Br.262, no município de Campos Altos, registrou no local uma saída de pista de um veículo cavalo mecânico, e que infelizmente tirou a vida do adolescente Carlos Eduardo Poça Nunes, de 14 anos.

No local, o polícia rodoviária federal seguia sentido a cidade de Campos Altos, quando deparou-se com um veículo cavalo mecânico, com placa da cidade de Itumbiara/GO, fora da pista e em uma ribanceira.

O condutor do cavalo mecânico, o senhor Claudio Nunes Borges se encontrava fora do veículo, se queixando de dores e com escoriações no corpo, porém muito transtornado e abalado, ele disse ao policial rodoviário que seu filho se encontrava debaixo do caminhão, aparentemente sem vida. Equipes de resgate da concessionaria que administra a rodovia, também chegaram praticamente junto com o policial, e iniciaram seus trabalhos, constatando que o filho do senhor se encontrava debaixo do da cabine do caminhão, ele não resistiu devido aos vários ferimentos ocasionados com o impacto e faleceu no local.

Um amigo do condutor que se encontrava em outro caminhão atrás dele na rodovia, relatou que os dois saíram de Itumbiara/GO, sentido a cidade do Rio de Janeiro/RJ, onde iriam buscar as carretas dos cavalos mecânicos e depois retornariam para Itumbiara/GO. Ele disse que os dois seguiam normalmente pela rodovia, que não estava chovendo, mais a rodovia estava molhada, quando repentinamente o caminhão a sua frente invadiu a outra faixa da pista e saiu para fora da rodovia, caindo em uma ribanceira, só parando no tronco de uma árvore.

A perícia técnica da polícia civil e IML de Araxá, solicitados compareceram no local e realizaram seus trabalhos de praxe, o perito criminal Gustavo constatou que o caminhão parou a cerca de 50 metros da rodovia, que tudo indicava que o corpo do adolescente foi lançado para fora do veículo e em seguida atropelado pelo mesmo, porem somente após o laudo pericial poderia afirmar isso. O coordenador do IML Hudson Fiuza e o auxiliar Leandro, realizaram os trabalhos de remoção do corpo do adolescente ao IML de Araxá, onde ele foi necropsiado e em seguida liberado aos familiares para o velório e sepultamento.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: