Aeroporto de Araxá está próximo de operar novamente por instrumentos

Aeroporto de Araxá está próximo de operar novamente por instrumentos

A volta da operação por instrumentos no aeroporto de Araxá está próxima de acontecer. A manutenção do anemômetro (mede a direção e velocidade do vento) foi feita pela prefeitura. Além disso, um novo anemômetro (digital) foi doado pela Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM). A operação é utilizada (e garante a segurança) em pousos e decolagens em situações climáticas desfavoráveis para a operação visual e, também, na grande maioria dos voos noturnos.

A operação por instrumentos está suspensa pelo Comando da Aeronáutica desde o último dia 13 de maio por falta de manutenção do anemômetro e altímetro (indica a altitude do voo), este reparado na época.

De acordo com o operador de Estação Aeronáutica, Fabiano Cota, os dois anemômetros já foram instalados e aguardam vistoria do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I) para que o local opere por instrumentos novamente. O prefeito Jeová Moreira da Costa destaca que agora o aeroporto vai contar com dois anemômetros.

“A CBMM mostrou que é parceira assim que nós solicitamos o aparelho e se prontificou de imediato. Nós entendemos, dentro de uma visão de futuro, que é importante termos dois aparelhos para a segurança de voo; um mecânico e um digital. Um falhando, o outro está lá, pronto para dar informação. Nós queremos que o turista também chegue pelo aeroporto.”

Brigada de incêndio

Em relação ao funcionamento da brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros (Secine) no aeroporto, o prefeito afirma que os problemas levantados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estão praticamente sanados.

Abastecimento

Jeová diz que a única coisa que falta no aeroporto é um posto de abastecimento. “É uma questão de licitação e, em breve, já estaremos providenciando e sanando todos os problemas existentes.”

Negociação de voos

O prefeito diz que a negociação para a vinda de mais voos está a cargo do diretor de Marketing da Rede Ouro Minas, Alexandre Drumond. “Assim que o aeroporto estiver condições do controle de voo e a brigada de incêndio, nós voltaremos a estudar os voos aqui em Araxá.”

Notícias relacionadas