Alunos do Uniaraxá vão participar de mais uma edição do Projeto Rondon

Alunos do Uniaraxá vão participar de mais uma edição do Projeto Rondon

Mais uma vez, os alunos do Uniaraxá terão a oportunidade de viver a experiência de vida que poucos universitários de todo o país têm, o Projeto Rondon. Com esta edição o Projeto, em 2015, intitulado “Operação Itacaiúnas”, oito alunos da instituição, dentre vários cursos, serão selecionados para participarem desta edição. O edital para o processo de seleção já está disponível no site www.uniaraxa.edu.br e vai até o dia 31 de março. Os alunos viajam em julho de 2015.

Para participar desta edição do Projeto, o Uniaraxá apresentou a proposta “(Re)Criação Sustentável”, junto ao Ministério da Defesa. Poderão participar do processo de seleção, alunos que ainda não tenham participado do projeto e que tenham cursado pelo menos 50% dos cursos de: Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Produção, Agronomia, Sistemas de Informação, Administração e Ciências Contábeis. Neste ano, o Projeto Rondon será desenvolvido no município de São Bento do Tocantins/TO.

Para participar do Projeto Rondon, o aluno precisa ser comunicativo, saber trabalhar em equipe e ser cooperativo, além de disponibilidade para viagem, já que o projeto será realizado entre os dias 17 de julho e 02 de agosto de 2015. As professoras Cecília Marega (Engenharia Civil) e Adriene Costa de Oliveira Coimbra (Extensão) acompanharão os alunos no desenvolvimento das ações no município selecionado, juntamente com os alunos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Os alunos interessados podem se inscrever até o dia 31 de março. No dia 3 de abril, o Uniaraxá vai publicar a lista dos alunos pré-selecionados para as entrevistas individuais. Posteriormente, será divulgada a lista dos alunos que irão participar da “Operação Itacaiúnas”.

Projeto Rondon

É o segundo ano consecutivo que alunos do Uniaraxá participam do Projeto Rondon. Em 2014, oito alunos foram para a cidade de Belém de Maria, na “Operação Guararapes”.

O Projeto Rondon é coordenado pelo Ministério da Defesa e conta com a parceria de diversos Ministérios, Forças Armadas, governos estaduais, municipais, Instituições de Ensino Superior e empresas socialmente responsáveis. Inspirado nos princípios de Marechal Rondon, atualmente, é um dos projetos sociais e educacionais de maior abrangência no país, pois pode proporcionar aos universitários de todas as regiões brasileiras a oportunidade de conhecer e sentir o Brasil, ao mesmo tempo em que realizam ações em proveito das comunidades que recebem e qualificam seu saber acadêmico.

Notícias relacionadas