Aracely e Lídia também são alvo de investigação judicial eleitoral

Aracely e Lídia também são alvo de investigação judicial eleitoral

Os ex-candidatos a prefeito e vice, Aracely de Paula e Lídia Jordão, também estão sendo contestados por uma ação de investigação judicial eleitoral, protocolada na quinta-feira passada (13) pela comissão provisória do PSDB de Araxá, presidida pela vice-prefeita eleita, Edna Castro.

A ação acusa suposta prática de captação ilícita de sufrágio, que consiste em doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, com a finalidade de obter-lhe o voto.

Nela, relata que no dia 2 de outubro um veículo com plotter dos candidatos da coligação Unidos Podemos Mais teria distribuído cestas básicas em um bairro da cidade. A ação tramita da Justiça Eleitoral de Araxá e pede cassação dos registros de candidatura de Aracely e Lídia e aplicação de multa.

Notícias relacionadas