Araxá Esportivo é paralisado por falta de material

Araxá Esportivo é paralisado por falta de material

O projeto Araxá Esportivo está suspenso há mais de 20 dias por falta de material para realizar as atividades esportivas. A paralisação do programa do governo municipal criado para formar atletas profissionais para o futebol de campo e, principalmente, tirar as crianças e adolescentes das ruas causou revolta em pais e alunos matriculados na escolinha.

O projeto inaugurado em janeiro passado é coordenado pelos ex-jogadores do Araxá, Ganso e Agnaldo e começou com 45 jovens entre 15 a 17 anos que recebiam assistência de nutricionista, alimentação balanceada, reforço escolar, academia, uniforme, transporte, palestras com profissionais de vários segmentos, visitação de assistentes sociais em suas residências e, dependendo da situação, cada jovem poderia receber um salário para ajudar nas despesas de casa.

A mãe de um aluno, Mônica Correa, diz que está indignada com a paralisação do projeto. “Os meninos foram iludidos, falaram que eles teriam um treinamento contínuo e o projeto simplesmente acabou. A justificativa dada foi que não tinha material esportivo disponível. Meu menino teve que mudar de escola para participar do programa e agora o projeto foi paralisado. O sonho dele é se tornar um atleta profissional e se não tiver oportunidades aqui, ele vai para outra cidade buscar seu sonho.”

Segundo a mãe, independente do sonho dos garotos em se tornar jogador de futebol, a prefeitura deveria incentivar a prática esportiva. “Quantos adolescentes estão envolvidos com drogas e praticando vandalismo porque não têm um espaço para praticar esporte? Olha a situação do Buracanã (Complexo Esportivo Nadyr Barcelos). A única alternativa para as crianças e adolescentes da cidade são as escolinhas particulares porque o município não tem projetos concretos na área de esporte”, protesta Mônica.

O coordenador esportivo dos Espaços Multiuso, Eduardo Luciano Vieira, diz que o projeto foi paralisado por falta de material. “Estamos em uma fase de compra do material esportivo, a licitação está em andamento e deve ser finalizada no fim do mês para atender as necessidades de materiais para o projeto. No início do programa, mandamos alguns materiais de forma provisória, mas a demanda de jovens foi grande e não tivemos condições de atender todos os garotos”, alega.

Eduardo afirma que no próximo mês o programa será reativado. “Estamos há vinte dias sem atividades, mas finalizando o edital e o material sendo adquirido vamos dar continuidade ao projeto. Pedimos para os alunos que frequentassem os Espaços Multiuso durante a paralisação do projeto e assim que retomarmos as atividades do Araxá Esportivo vamos dar prosseguimento aos treinamentos”, garante.

Notícias relacionadas