Araxá no circuito internacional

Araxá no circuito internacional

O Encontro Nacional de Carros Antigos – Brazil Classics Fiat Show 2010 – em Araxá foi incluído entre os melhores encontros do mundo pela qualidade dos carros expostos. O evento que já era considerado um dos melhores da América Latina, ao lado dos encontros de Águas de Lindoia e o AutoClasica, em Buenos Aires, na Argentina, chamou a atenção de colecionadores de todo o mundo e atraiu cerca de 50 mil pessoas à Estância Hidromineral do Barreiro durante o feriado de Corpus Christi.

Uma matéria divulgada pelo jornal Estado de Minas destacou o excelente nível do evento, comparando-o com tradicionais encontros da Europa. O evento organizado pela Fiat e apoiado pelo Veteran Car Club do Brasil e de Minas Gerais recebeu cerca de 320 automóveis dos mais valiosos e clássicos de coleções brasileiras e internacionais.

“Grande parte da história do automóvel encontra-se aqui. A evolução em design, funções e tecnologia”, destacou o presidente da Fiat Automóveis na América Latina, Cledorvino Belini.

Realizado há 26 anos, o encontro surpreendeu, trazendo raríssimos automóveis, alguns deles expostos pela primeira vez, e colecionadores dos Estados Unidos, Argentina e Colômbia, firmando a internacionalização do evento.

“Vários modelos que trouxemos para o evento são inéditos. E são esses modelos que valorizam e tornam o Brazil Classics mais especial e valioso a cada edição. Agora um dos melhores encontros do mundo”, diz o vice-presidente do Veteran Car Clube, Otávio Carvalho.

Único da categoria realizado no Brasil, o leilão do Brazil Classics Fiat Show reuniu mais de mil pessoas entre colecionadores, compradores, admiradores e curiosos. Dos 65 automóveis cadastrados, 36 foram leiloados, movimentando R$ 2,5 milhões.

O automóvel com o lance mais alto foi um Jaguar MK X de 1965, vendido por R$ 290 mil. O mais baixo foi um Chevrolet Chevette de 1976, arrematado por R$ 20 mil. O carro mais caro e o mais barato foram arrematados pelo mesmo antigomobilista. E a Ferrari 365 GTB4 Daytona 1974, que causou grande alvoroço dentre os presentes não foi arrematada, pois não atingiu o valor de reserva.

A cada edição, o leilão de automóveis antigos ganha mais prestígio e espaço. Para o organizador do leilão, Sérgio Valente, o encontro de Araxá é um dos eventos mais importantes no mundo do antigomobilismo. “É competitivo com qualquer outro evento mundial devido à alta qualidade de suas marcas e modelos. E o leilão complementa essa qualidade e importância”, avalia.

Com Estado de Minas

Notícias relacionadas