Araxá recebe Congresso Estadual do Ministério Público a partir de quarta

Araxá recebe Congresso Estadual do Ministério Público a partir de quarta

Da Redação/Via Ascom – Palestras, apresentação de teses, debates, painéis, conferência e plenária vão compor o 10º Congresso Estadual do Ministério Público, cujo tema é ‘Reflexões Contemporâneas sobre a Identidade Institucional’, de 23 a 26 de maio, em Araxá, no Tauá Grande Hotel.

A abertura, no dia 23, às 20 horas, será feita pelo presidente da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP), procurador Justiça Nedens Ulisses, seguida de palestra do secretário da Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, Flávio Crocce Caetano.

‘O Ministério Público no século 21’ é o tema da palestra da manhã do dia 24 a ser proferida por Mário Luiz Sarrubo, procurador de Justiça de São Paulo, presidente do Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil, mestre em Direito Penal. As teses dos membros do MPMG, versando sobre as diversas áreas de atuação da Instituição, serão apresentadas simultaneamente em duas salas. Estão inscritas 24.

O jornalista e escritor Domingos Meirelles, diretor da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), fará palestra sobre ‘Mídia e Violência’, às 14h, seguida da palestra do secretário de Estado de Defesa Social, procurador de Justiça Rômulo Ferraz, e do procurador de Justiça Criminal do Rio Grande do Sul, Cláudio Barros Silva, sobre ‘O Ministério Público e o Sistema de Defesa Social’.

A palestra ‘Crise de Identidade do Ministério Público Criminal. O difícil diálogo com o Processo Penal’ será feita pelo procurador de Justiça Criminal paulista, Edilson Mougenot Bonfim. Às 18h, será a vez do painel ‘Ministério Publico e Imprensa’, com o presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Publico (Conamp), César Mattar; procurador de Justiça do MP da Bahia, Aquiles Siquara; conselheiro nacional do Ministério Público Luiz Moreira; e o jornalista político Carlos Lindenberg.

No dia 25, está prevista palestra ‘Qualidade de vida – depressão como sintoma de uma sociedade de performance’ a ser feita pelo mestre-doutor, professor-filósofo da USP, Vladimir Safatle. A plenária final do congresso será das 16h30 às 17h30.

Depois da conferência de encerramento, a ser proferida pelo governador Antonio Anastasia, será assinado Termo de Cooperação entre o Estado e o Ministério Público para repressão à criminalidade.

Notícias relacionadas