Araxá recebe Orquestra Filarmônica de Minas Gerais em maio

Araxá recebe Orquestra Filarmônica de Minas Gerais em maio

No dia 15 de maio, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais estará em Araxá em comemoração aos 25 anos da Fundação Cultural Calmom Barreto (FCCB). O evento será realizado às 19h30 no pátio da FCCB e contará com a presença do governado de Minas Gerais, Antônio Augusto Anastasia, além de autoridades de Araxá e região.

Orquestra

Completando dois anos de existência, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais já é considerada por especialistas uma das melhores e mais aplaudidas orquestras do Brasil. Alguns dos motivos desse reconhecimento podem ser mensurados pelo sucesso da campanha de assinaturas para a Temporada 2010, que atingiu a marca de mais de 900 assinantes, pelo talento e qualidade técnica dos 85 músicos de diversas nacionalidades que a compõem e por meio das programações, sempre de altíssimo nível, cuidadosamente preparadas pelo regente titular e diretor artístico, o renomado maestro Fabio Mechetti, que em 2010 passa a ter novo regente assistente, o paulista Marcelo Lehninger.

Celebrando efemérides importantes, como os 200 anos de nascimento de Schumann, os 150 anos de Mahler, os 100 de Barber e os 325 de Haendel, a Temporada 2010 da Filarmônica de Minas traz ao palco do Grande Teatro do Palácio das Artes atrações aclamadas internacionalmente. O violoncelista Antonio Meneses (junho), o pianista Nelson Freire (julho), a violinista norte-americana Jennifer Frautschi (agosto), além de Marcelo Bratke, Augustin Hadelch, são alguns dos nomes que compõem o expressivo núcleo de convidados especiais que participarão dos 18 concertos das séries Vivace e  Allegro. 

Em um total de 45 apresentações em 2010, a programação inclui ainda os Concertos Didáticos, voltados aos alunos da rede pública de ensino, instituições sociais e universidades da capital; Concertos para a Juventude, que reserva manhãs de domingo para levar aos jovens música erudita de alta qualidade a preços populares; Clássicos no Parque, destinado às famílias e ao público em geral; e as turnês no interior e fora do Estado. Vale ressaltar que neste ano, a Filarmônica fará, em novembro, três apresentações em São Paulo integrando a Temporada de concertos da OSESP. Completam o cronograma o Festival Tinta Fresca, concurso que dá oportunidade a novos compositores mineiros, o Laboratório de Regência, dedicado a jovens regentes brasileiros, e a participação na Ópera do Palácio das Artes. Em 2010, a Filarmônica de Minas estreia sua nova série de Concertos de Câmara, realizados em dois importantes espaços – a Fundação de Educação Artística e o Instituto Inhotim.

A Temporada 2010 pretende dar continuidade ao sucesso obtido ao longo desses dois anos – só em 2009 mais de 80 mil pessoas assistiram aos concertos. “Queremos manter nossa diretriz, estabelecida desde o princípio, de fortalecer a qualidade artística e a sustentabilidade institucional da orquestra”, afirma o maestro Fabio Mechetti.

Sob o aspecto institucional, além da consolidação do nome e do prestígio da Orquestra, que na opinião do maestro já é um patrimônio cultural de Minas, em 2010 Mechetti destaca como uma importante meta a construção de uma sede para a Filarmônica. “Trabalharemos com determinação para realizar o projeto de planejamento e construção da futura sede da Orquestra, a Sala Minas Gerais”

Editoria de Cultura do Diário de Araxá

Notícias relacionadas