Super banner
Super banner

Araxá sedia em agosto o 7º Simpósio Pesquisa dos Cafés do Brasil

Araxá sedia em agosto o 7º Simpósio Pesquisa dos Cafés do Brasil

 

 

 

 

Da Redação – Entre os dias 22 e 25 de agosto Araxá sediará o 7º Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, no Tauá Grande Hotel. O evento é uma realização do Consórcio Pesquisa Café e, este ano, é organizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) em parceria com a Embrapa Café e as universidades federais de Viçosa (UFV) e de Lavras (Ufla).

Neste ano o tema do simpósio é “Articulação em redes de pesquisa e novas fronteiras do conhecimento”, mas também serão discutidos grandes temas como agronegócio café, regiões cafeeiras, cafeicultura e meio ambiente. Também serão abordadas questões sobre comercialização; gestão da propriedade; biotecnologia; irrigação; qualidade; indicação geográfica; certificação; soluções alternativas para controle da broca do cafeeiro; manejo ecológico; pós-colheita; colheita mecanizada; melhoramento genético; fertilidade de solo; mecanismos de desenvolvimento limpo; ecofisiologia; manejo fitossanitário, dentre outros.

Pesquisadores da Epamig participarão do minicurso “Soluções potenciais para controle da broca do cafeeiro” e também do painel de discussão “Nematoides do cafeeiro: desafios e perspectivas”.

Desafios

No agroecossistema cafeeiro existem várias espécies de nematoides que parasitam as raízes do cafeeiro e provocam danos consideráveis às plantas. Meloidogyne paranaensis é uma das espécies mais prejudiciais ao cafeeiro e pode causar a morte das plantas. Durante painel de discussão os participantes conhecerão os principais desafios da ocorrência do nematóide Meloidogyne paranaensis em lavouras cafeeiras de Minas Gerais.

De acordo com a pesquisadora da Epamig, Sônia Lima Salgado “medidas preventivas da infestação desse nematóide nas lavouras isentas e alternativas de controle nas lavouras infestadas devem ser priorizadas nas pesquisas, buscando evitar que essa doença prejudique a produção de café em Minas”, explica. Também serão apresentados os primeiros resultados de pesquisa com seleção de genótipos de café para resistência a nematóide em área cafeeira infestada no município de Piumhi, no Sudoeste de Minas Gerais.

Durante o simpósio também será lançada a nova edição de Boletim Técnico com tema “Aspectos técnicos dos nematóides parasitas do cafeeiro”. Esta publicação visa orientar os produtores no monitoramento dessa praga, com informações sobre danos causados; disseminação dos nematóides; procedimentos para coleta de amostras; manejo e controle de fitonematóides na lavoura cafeeira; sanidade de mudas; controle de plantas invasoras, entre outras, contribuindo para a qualidade e produtividade dos cafeeiros.

O minicurso “Soluções potenciais para controle da broca do cafeeiro”, ministrado pelo pesquisador da Epamig, Júlio de Souza e por pesquisadora do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), será realizado no dia 24 de agosto, às 14h.

Além deste, na programação do evento estão confirmados outros cinco minicursos, oferecendo discussões variadas sobre diversos temas de interesse do agronegócio café. Palestras e painéis de discussão também estão na programação.

Informações detalhadas e realização de inscrições para o 7º Simpósio Pesquisa Cafés do Brasil podem ser obtidas através do endereço eletrônico http://www.simposiocafe.sapc.embrapa.br.

Notícias relacionadas