Araxá sedia o Seminário Macrorregional com o Fundo Nacional de Saúde

Araxá sedia o Seminário Macrorregional com o Fundo Nacional de Saúde

O Seminário Macrorregional com o Fundo Nacional de Saúde (FNS) para o Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG) – macrorregiões Triângulo do Sul, Triângulo do Norte e Noroeste (87 municípios) –  foi promovido durante todo o dia de hoje (4), no Clube Araxá.

O evento capacitou gestores de saúde das três macrorregiões, técnicos do FNS e representantes do Cosems-MG e da Secretaria de Estado de Saúde, com o objetivo de organizar e estruturar os fundos de saúde dos municípios, focando a gestão orçamentária e contábil.

O trabalho foi conduzido pelo coordenador do Projeto de Apoio a Fundos de Saúde, Nei Amorim, que explicou e esclareceu dúvidas sobre as novas orientações do Ministério da Saúde.

“É um trabalho de ação de cooperação técnica entre os municípios e o Ministério da Saúde que estamos iniciando em Minas Gerais para capacitar todas as ações relativas ao Fundo Nacional de Saúde, além de trazer segurança para a aplicação dos recursos. Com isso, o secretário exerce o seu mandato de uma forma tranquila”, destaca Amorim.

O vice-presidente do Cosems Macrorregião Triângulo do Sul e secretário municipal de Saúde de Araxá, Antônio Marcos Belo, diz que o trabalho do Ministério da Saúde visa a administração direta dos recursos do FNS pelos secretários municipais de saúde.

“Infelizmente, os recursos são colocados no caixa um das prefeituras e o governo federal quer que eles tenham melhores aplicações. Se o município cair em uma malha fina do Tribunal de Contas da União (TCU), o secretário pode ser responsabilizado por qualquer não aplicação correta do dinheiro na área de saúde” diz.

Notícias relacionadas