Araxá tem área verde abaixo do recomendado pela ONU

Araxá tem área verde abaixo do recomendado pela ONU

Um levantamento do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA) aponta que o município tem 8 m² de área verde por habitante, um déficit de 33,3% em relação aos 12 m² recomendado, no mínimo, pela Organização das Nações Unidas (ONU). Mesmo com locais de preservação e execução de vários projetos criados pela prefeitura e instituições privadas ligadas ao meio ambiente, a falta de conscientização da população é uma das barreiras para que Araxá atinja essa recomendação.

De acordo com a coordenadora da Sala Verde de Araxá, Bianca Mucci, no dia-a-dia é possível identificar a falta de conscientização, principalmente nos passeios da cidade.

“Passando pela rua Dom José Gaspar, me deparei com uma poda drástica (que só pode ser feita em situação de emergência) de duas árvores maravilhosas que ficam em frente à um determinado comércio. Nem sei se elas vão brotar novamente. Além disso, temos o problema com a dona-de-casa, de um modo geral, que não gosta de árvore que está plantada na porta de sua casa, porque as folhas sujam o passeio e, por causa disso, manda cortá-la”, afirma Bianca.

“As nossas matinhas estão degradas e é preciso que se tenha um trabalho de conscientização, especialmente com os moradores do entorno dessas matas, além de um trabalho da própria conservação das áreas verdes urbanas. Se nós temos a precariedade de áreas verdes, isto não pode ser atribuído tão somente ao poder público municipal. Infelizmente, nos deparamos numa situação que demonstra uma falta de consciência do cidadão”, acrescenta a coordenadora.

Para exemplificar a importância de uma cidade bem servida de área verde, Bianca cita um trabalho que foi realizado em um município (no qual ela não lembra o nome) de Goiás. “É uma pequena cidade que foi totalmente arborizada, o que melhorou o forte clima quente que tinha, diminuindo a temperatura em quatro graus”, diz, relacionando o clima quente que Araxá vem enfrentando nos últimos anos.

Semana Florestal

O Departamento Municipal de Meio Ambiente, IPDSA e Sala Verde “João César Eugênio de Bôscoli Rios” vão realizar a Semana Florestar, entre os dias 22 e 26, com programação voltada para empresas, estudantes e comunidade. É uma das ações promovidas no município com o intuito de buscar a conscientização e preservação do meio ambiente.

Notícias relacionadas