Asttran passa a fiscalizar trânsito e Rotativo a partir do dia 15

Asttran passa a fiscalizar trânsito e Rotativo a partir do dia 15

Praça Governador Valadares - Google

DA REDAÇÃO – Os novos agentes da Assessoria Municipal de Trânsito e Transporte (Asttran), órgão vinculado à Secretaria de Segurança Pública, iniciam a fiscalização do trânsito e do Estacionamento Rotativo a partir dia 15 de fevereiro, fato que gerou polêmica com grande repercussão na imprensa em função da exoneração do ex-chefe da (Asttran), Bruno Pereira Borges, feita diretamente pelo prefeito Jeová Moreira da Costa enquanto o secretário Mauro da Silveira Chaves estava em viagem internacional cuidando de compromissos pessoais.

Em publicação de uma nota nesta segunda-feira (3) no Facebook, Mauro esclareceu a situação e comentou que a questão do Estacionamento Rotativo nada mais é do que a transferência da fiscalização atualmente feita pela Polícia Militar para os novos agentes da Asttran.

“Desta forma, visando desonerar a Polícia Militar desta atribuição, deixando-a a cargo de combater a violência nesta cidade, foram convocados os aprovados no concurso público de agentes de trânsito. Após a devida preparação desses agentes, foi elaborado cronograma para inseri-los na fiscalização do trânsito em Araxá, notadamente o estacionamento da área central. Portanto, o que está previsto para iniciar no dia 15 de fevereiro de 2014 é a transferência das atividades de trânsito da Policia Militar, de competência do município, para os agentes de Trânsito da Asttran, ou seja, nenhum fato novo”, relatou o secretário.

O motorista que estacionar na Zona Azul sem o talão estará sujeito à multa de R$ 53,83 e terá o veículo removido. O Rotativo continua sendo gerenciado pela Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada) e os vendedores de pista não têm poder de fiscalização, apenas indicarão aos agentes de trânsito os veículos que estão estacionados de forma irregular. Atualmente, a hora do Estacionamento Rotativo custa R$ 1.

Notícias relacionadas