Balança de Araxá volta a operar à 0h desta quarta

Balança de Araxá volta a operar à 0h desta quarta

03/02/2009 – A balança de Araxá (Km 768 da BR-262) volta a fiscalizar o excesso de carga a partir da 0h desta quarta-feira (4). O local foi reformado e chegou a operar em agosto de 2007, mas teve as atividades suspensas devido ao encerramento do contrato do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) com a Engespro.

O novo contrato (R$ 38,7 milhões) do consórcio Engespro/Projel/Pentágono foi assinado para operação da balança de Araxá, além de dois postos na BR-050 (Uberaba/Uberlândia) e os da BR-153 (Frutal), BR-365 (Patos de Minas), BR-040 (Carandaí) e BR-381 (Ipatinga). Ele está em vigor desde julho do ano passado, com duração de dois anos, prorrogável por dois anos.

De acordo com o administrador da balança de Araxá, Renato Rodrigues, o local está funcionando em caráter educativo desde 18 de janeiro passado. Ele diz que cerca de 1,2 mil veículos pesados passam diariamente pelo posto. A pesagem é obrigatória para ônibus e caminhões (cheios ou vazios). O veículo com carga excessiva é autuado, sendo responsabilidade do motorista o remanejamento ou transbordo.

O agente do Dnit de Araxá, Washington Luiz de Oliveira Berto, ressalta que a fiscalização contribui para o aumento da vida útil da rodovia e segurança dos usuários. “A pesagem pode contribuir para a geração de emprego, com o aumento da mão-de-obra e contração de mais caminhoneiros”, destaca.

Washington acrescenta que se a fiscalização identificar veículos em mau estado de conservação ou motoristas embriagados, a Polícia Rodoviária Federal é solicitada para fazer as autuações.

Fiscalização nas balanças

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a carga máxima permitida para o transporte depende do modelo, do tamanho e da potência dos veículos. O peso máximo autorizado é calculado sobre a quantidade de eixos do veículo.

Notícias relacionadas