Super banner
Super banner

Bandidos invadem escritório de posto de gasolina e levam mais de R$ 30 mil

Bandidos invadem escritório de posto de gasolina e levam mais de R$ 30 mil

Autores durante o assalto - Divulgação/Willian Tardelli

Um posto de gasolina localizado na avenida Ministro Olavo Drummond foi alvo de assalto à mão armada na tarde desta segunda-feira (10), onde dois homens roubaram mais de R$ 30 mil em dinheiro.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma funcionária relatou que estava no escritório do estabelecimento quando os dois indivíduos usando capacete na cabeça chegaram, um estava armado e era alto, moreno claro, com tatuagem no antebraço esquerdo, e o outro era baixo e claro. No momento em que os autores entraram, estava dentro do escritório outro funcionário que foi jogado no chão por um dos bandidos, neste instante, e o outro que portava arma anunciou o assalto, pedindo a funcionária todo o dinheiro que tinha naquele momento. Toda a ação foi gravada pelo circuito interno do posto.

Funcionários sendo rendidos pelo autor que estava armado - Divulgação/Willian Tardelli

Com um revólver apontado em sua cabeça, provavelmente um calibre 38 cromado, a funcionária entregou um envelope contendo dinheiro, mas ela continuou sendo ameaçada pelo assaltante armado e entregou outros envelopes com quantias diversas. Em seguida, os bandidos fecharam a porta do escritório falando para que as vítimas aguardassem um tempo até irem embora para depois abrirem a porta.

As imagens do circuito interno de TV do posto mostram os dois homens chegando tranquilamente em uma moto preta, e antes de invadirem o escritório os autores permaneceram um bom tempo no banheiro do estabelecimento antes do assalto. Depois da ação eles evadiram na moto preta sentido ao acesso ao aeroporto.

Várias viaturas da PM realizaram rastreamentos na tentativa de localizar os autores, mas até o momento eles não foram localizados. O boletim de ocorrência foi registrado e entregue à Delegacia de Polícia Civil para o prosseguimento das investigações.

Notícias relacionadas