Bolsa Família retrata pobreza em Araxá

Bolsa Família retrata pobreza em Araxá

25/02/2010 – Apesar de ser um dos municípios mais ricos do Estado, Araxá começa a ter exemplos claros de desigualdade social. Cerca de 3,4 mil famílias no município recebem menos de meio salário mínimo e estão cadastradas no Programa Bolsa Família, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O número surpreendeu o prefeito Jeová Moreira da Costa que se diz assustado com os dados. “Segundo dados do IBGE, cada família possui quatro membros, portanto, são mais de 12 mil pessoas recebendo menos de R$ 140 mensais em Araxá.”

Podem fazer parte do programa famílias com renda mensal de até R$ 140 por pessoa devidamente inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). A renda familiar é calculada a partir da soma do dinheiro que todas as pessoas da casa ganham por mês (como salários e aposentadorias). Esse valor deve ser dividido pelo número de pessoas que vivem na casa, obtendo assim a renda per capita da família.

As famílias que possuem renda mensal entre R$ 70 e R$ 140 só ingressam no programa se possuírem crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos. Já as famílias com renda mensal de até R$ 70 por pessoa podem participar do Bolsa Família, seja qual for a idade dos membros da família.

De acordo com o prefeito, cerca de 10% da população araxaense é beneficiada pelo programa do governo federal.

“É um número que surpreende muito, são 12 mil pessoas vivendo de maneira miserável em Araxá, que estão praticamente passando fome. Nossa cidade é conhecida nacionalmente como modelo e de excelente qualidade de vida. Nós, governantes, precisamos ter realmente uma sensibilidade maior e sentir que têm irmãos em dificuldade. São mais de 3 mil famílias vivendo com menos de meio salário mínimo. É um dado que assusta muito, pois cada família tem em média quatro membros”, afirma.

Jeová garante que a prefeitura já está trabalhando para gerar oportunidades de melhoria de renda a essas famílias. “Estamos buscando soluções para esse problema. Temos o projeto de Cinturão Verde que já está sendo desenvolvido dentro dessa perspectiva, assim como o Projeto Maracujá e a Fazenda Experimental. O nosso objetivo é gerar condições e oportunidades para que essas pessoas sejam qualificadas e posteriormente sejam colocadas no mercado de trabalho através do agronegócio”, diz.

“Acredito que esses projetos conseguem atender essa demanda de 12 mil pessoas. Já temos 300 pessoas dentro desse planejamento e com o aumento de 20% da arrecadação e a receita extra de R$ 1 milhão proveniente da negociação entre a Vale e a Bunge vamos direcionar projetos para solucionar esse problema social que estamos enfrentando”, acrescenta o prefeito.

Cadastros

A família que se encaixa nas faixas de renda definidas pelo programa deve procurar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, munida de documentos pessoais (título de eleitor ou CPF) para se inscrever no CadÚnico).

Dados Bolsa Família em Araxá

População do município (estimativa IBGE) – 91.703 (2008)

Estimativa famílias pobres (Bolsa Família) – 3.541

Estimativa famílias pobres (CadÚnico) – 8.178

Total de famílias cadastradas – 6.948 (12/09)
 
Total de famílias cadastradas – Perfil Bolsa Família: 4.957 (12/09)

Número de cadastros válidos – 6.137 (12/09)

Número de famílias beneficiárias – 3.379 (12/09)

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Notícias relacionadas