Brasileiros de menor renda estão viajando mais pelo Brasil, aponta pesquisa

Brasileiros de menor renda estão viajando mais pelo Brasil, aponta pesquisa

O número de brasileiros que fizeram viagens nos últimos dois anos aumentou 83% em relação ao total registrado entre 2005 e 2007. Segundo o ministro do Turismo, Luiz Paulo Barreto, o crescimento ocorreu pela maior participação no consumo de pessoas das classes C e D, de menor renda. O levantamento foi elaborado pelo Instituto Vox Populi, com 2.322 entrevistados, entre os dias 17 de junho e 7 de julho.

O percentual de pessoas que tinham viajado nos últimos dois anos subiu dos 32% em 2007 para o atuais 58,8%.

“Hoje temos uma nova classe média, que estava fora do mercado consumidor. Hoje não é mais só a classe A e B, a chamada classe média. Temos agora pessoas que aumentaram a renda e agora viajam”, afirma o ministro.

O aumento de renda é reflexo do maior crescimento da economia brasileira nos últimos anos, sobretudo em 2007, e das melhorias no mercado de trabalho.

Segundo a pesquisa, 35,5% das pessoas que viajaram nos últimos dois anos ganham até cinco salários mínimos e 61,1%, até dez salários mínimos. Os entrevistados com ganho acima de dez salários mínimos representaram 38,9% do total. O meio de transporte mais usado são os carros (41,8%), seguidos pelos aviões (33,5%) e ônibus (23,8%).

Entre os destinos preferidos, 64,9% escolhem as cidades de praia, principalmente as da Região Nordeste. A Bahia é o destino preferido por 11,6% dos entrevistados. Os estados do Sudeste são a opção de 30,3% de quem viaja, sendo São Paulo o mais procurado (10,9%).

Outro dado importante é que 63,2% pagam à vista os custos das viagens, enquanto 36,8% preferem pagar a prazo. A pesquisa também informa que a maioria (78,3%) disse que faz a viagem por conta própria.

Notícias relacionadas