Caged aponta crescimento do emprego no interior

Caged aponta crescimento do emprego no interior

Foram criados 37.518 novos postos de trabalho com carteira assinada em Minas Gerais no mês de maio, o que representa um crescimento de 1,1% e, em números absolutos, o segundo melhor resultado do Brasil nesse mês. A maioria dos empregos, cerca de 32 mil, foi no interior do Estado. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgados nesta segunda-feira (22).

Também nos cinco primeiros meses do ano, informa o Caged, Minas Gerais acumula um saldo positivo. Foram admitidos 789.666 e desligados 754.816 trabalhadores, o que representa uma variação de 1,02%. Em 12 meses, o saldo é de 20.742 novos postos de trabalho e crescimento de 0,63%. Os números confirmam que o cenário econômico está melhorando depois do agravamento da crise financeira internacional, a partir de setembro do ano passado.

Setores

Conforme o levantamento, o setor do Estado que registrou o maior crescimento foi a Agricultura. O segmento foi responsável pela geração de 27.613 postos de trabalho (+9,63%). Já o setor de Serviços respondeu pela criação de 6.137 postos, em números absolutos, o segundo melhor resultado, o que representa uma elevação de 0,49% no estoque de emprego.

A indústria de transformação registrou estabilidade, ao responder pelo incremento de 193 postos de trabalho (+0,03%). Dos 12 ramos que compõem o setor, cinco obtiveram saldo positivo, com destaque para a indústria de produtos alimentícios (+1.825 postos ou +1,03%), e calçados (+264 postos ou +0,94%). As indústrias metalúrgica (-1.467 postos ou -1,26%) e produtos minerais não metálicos (-356 postos ou -0,79%) mantiveram trajetórias negativas, porém num ritmo menos acentuado.

Regiões

No recorte geográfico, todas as cinco regiões brasileiras obtiveram acréscimo no número de empregos, e evidenciaram pela primeira vez resultado positivo. No Sudeste foram 100.020 postos novos (+0,56%), 13.731 vagas no Nordeste (+0,29%), 7.233 no Centro-Oeste (+0,31%), 5.534 no Sul (+0,09%) e 5.039 postos no Norte (+0,39%).

Notícias relacionadas