Candidatos e casal são são presos por crime durante as eleições em Araxá

Candidatos e casal são são presos por crime durante as eleições em Araxá

Rodriguinho Du Cavaco

No sábado (1º), por volta das 23h, a Polícia Militar (PM) realizava patrulhamento pelas ruas Juca Gonçalves e Ana Antônia Resende, no bairro Santo Antônio, onde se deparou com o candidato Rodrigo de Melo Teixeira (Rodriguinho Du Cavaco), 36 anos, jogando santinhos em vias públicas próximas à Escola Estadual Padre Anacleto Giraldi.

Ele estava em uma moto Honda CG 150 cor preta, quando foi abordado pelos policiais. Os materiais de propaganda política e a moto foram apreendidos. Ele cometeu crime eleitoral por distribuição de material depois das 22h do período que antecede às eleições e infração ambiental por sujar vias públicas.

O autor foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Cachoeira

Na tarde de domingo (2), a Polícia Civil prendeu em flagrante o candidato Carlos Alberto Ferreira (Cachoeira) por fazer boca de urna perto da Escola Estadual Padre Anacleto Giraldi, no bairro Santo Antonio.

A prisão aconteceu após diversas denúncias anônimas feitas à Policia Civil. Uma equipe de investigadores foi o local, onde após algumas horas flagraram o candidato praticando o crime eleitoral.

Outras pessoas que estavam no local e nas imediações tentaram intervir na ação policial, sendo duas delas presas, que foi o filho do candidato por descarto e outra pessoa por ameaça a um dos integrantes da equipe. Os nomes não foram divulgados pela Polícia Civil.

O candidato e as duas pessoas detidas foram encaminhadas, acompanhadas por advogado, à Delegacia de Polícia Civil, permaneceram em silêncio e só vão se pronunciar em juízo

Casal preso

No domingo (2), por volta das 2h, a PM realizava patrulhamento pelo bairro Boa Vista, quando viu ocupantes de um veículo Gol cor vermelha jogando materiais de candidatos em via pública.

Após acompanhamento, os suspeitos foram abordados na rua José Andrade de Freitas, em frente à Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva, no momento que se preparavam para arremessar os panfletos políticos.

Foi realizada a abordagem do veículo ocupado pelo autor P.H.L., 37 anos, e sua esposa H.G.S.L., 34, a qual se encarregava de arremessar os panfletos.

Em diálogo com a autora, relatou que havia trabalhado durante o período da tarde na campanha do candidato a prefeito Aracely de Paula e após o término resolveu por conta própria jogar o material que havia sobrado em três pontos, onde haveria votação.

O autor relatou que apenas levou sua esposa para jogar os panfletos. O veículo utilizado durante a panfletagem política foi removido para o pátio credenciado e os panfletos de propaganda eleitoral (santinhos) foram recolhidos.

Os autores foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: