Super banner
Super banner

Capal lança novo suplemento mineral

Capal lança novo suplemento mineral

Caio Côrtes exibindo o novo suplemento desenvolvido pela Capal - Divulgação

A Cooperativa Agropecuária de Araxá (Capal) lançou mais um produto para sua linha de suplementos protéicos minerais. O Capal Engorda é destinado para engorda e terminação de bezerros em recria, novinhas em crescimento, garrotes e bovinos em geral, exceto para vacas em lactação.

Um produto que contém macro e micro minerais e alta inclusão de farelos, que garante boa palatabilidade, alta energia e 20% de proteína bruta, com baixa inclusão de Optigen, uma uréia protegida de liberação lenta que proporciona maior segurança no uso. O Capal Engorda é de consumo controlado, chegando até o limite de um quilograma por unidade animal (450 kg).

O novo suplemento protéico mineral é enriquecido com Salinomicina (promotor de crescimento e eficiência alimentar), que atua na seleção de bactérias benéficas ao organismo do animal.

Além disso, tem como benefícios o aumento da digestibilidade da pastagem ingerida e maior aporte protéico, melhorando assim a conversão alimentar e, consequentemente, desenvolvimento do animal. É também um importante coccidiostático, que irá prevenir as diarreias de sangue.

O diretor de Produção e responsável técnico pelas Fábricas de Rações e Suplementos Minerais, Caio Côrtes, explica que o novo suplemento atende demanda do mercado. “Já temos uma linha de suplementos minerais tradicionais e de proteinados que têm agradado bastante nossos produtores”, destaca.

“Agora, estamos lançando um produto mais direcionado para engorda, que possui diferenciais importantes para o rebanho, como a uréia protegida, que tem liberação lenta e reduz muito o risco de intoxicação dos animais e a salinomicina, um excelente promotor de crescimento e eficiência alimentar”, afirma.

Segundo Caio, para alcançar bons resultados no uso do produto é necessário seguir algumas recomendações. “O produtor deve fornecer o produto de preferência no mesmo horário, respeitando 1 metro de cocho para cada 4 animais, pois os animais devem ter acesso simultâneo, já que o consumo é imediato. Outras importantes recomendações são manter boa disponibilidade de pasto; não fornecer o produto para animais em jejum, famintos e debilitados; não fornecer em dietas líquidas “Tipo Sopão” e evitar  fornecimento do produto a animais com menos de dois meses de idade”, acrescenta o diretor.

Para o gerente comercial de nutrição animal, Mateus Rosa Batista, o Capal Engorda se traduz em mais uma alternativa que vem complementar a pastagem.

“A produção animal é junção do consumo e do valor nutritivo dos alimentos disponíveis, que determinam o aporte de nutrientes necessários para mantença e produção dos animais. Assim sendo, o nosso produto é mais uma alternativa, que vem complementar a pastagem. Se utilizado corretamente, irá garantir melhor performance e ganho de peso pelos animais, terminando animais mais precoces e saudáveis, gerando melhor relação custo benefício ao pecuarista.

Notícias relacionadas