Super banner
Super banner

Catadora de materiais recicláveis é agredida e roubada no Centro

Catadora de materiais recicláveis é agredida e roubada no Centro

ocorrências

Nesta segunda-feira (29), por volta das 3h, a Polícia Militar (PM) esteve na rua Francelino Cardoso, Centro, onde uma mulher de 28 anos relatou que caminhada pela rua com um saco contendo latinhas de cerveja, quando foi surpreendida por um homem que a atacou com socos e pontapés.

Ela disse que caiu no chão sentido muita dor, ficando imóvel por um tempo, enquanto o indivíduo subtraiu dela um aparelho celular e R$ 50 em dinheiro provenientes da coleta de materiais recicláveis.

Em seguida, o autor fugiu devido aos gritos por socorro da vítima e aproximação de pessoas. Momentos antes da solicitação da mulher de 28 anos, os policiais haviam abordado um homem com características e vestimentas idênticas ao autor relatado pela mulher, o qual estava em atitude suspeita na praça da Igreja Matriz e era suspeito de furtos em estabelecimentos comerciais ocorridos na cidade, porém, nada de ilícito foi encontrado, sendo ele liberado no local.

O indivíduo identificado como L.A., 26, possui diversas passagens policiais. Foram realizados rastreamentos, porém, o suspeito não foi localizado.

São Domingos

PM prende homem que ameaçou usuário de drogas por causa de dívida

Nesta segunda-feira (29), por volta das 17h, a PM esteve na rua José Antônio Barbosa, no bairro São Domingos, onde, segundo denúncia via 190 de um homem de 26 anos, o autor R.B., 20, traficante de drogas, estaria na porta de sua residência em poder de um podão proferindo ameaças de morte caso ele, que é dependente químico de crack, não pagasse R$ 200.

A vítima relatou que não deve R$ 200em drogas para o autor, pois comprou ‘apenas’ sete pedras de crack nesta data, fato ocorrido na avenida João Paulo II, e quando comprou as pedras de crack pagou ao autor a quantia de R$ 70.

Os policiais foram até o endereço da vítima, onde viu o autor, o qual já é conhecido no meio policial por traficar drogas, cometer assaltos e furtos. Ao perceber a viatura, de acordo com a ocorrência, ele jogou o podão no chão.

Com ele nada de ilícito foi encontrado em suas vestes, no entanto, não soube dizer o motivo de estar em frente à casa da solicitante, porém, posteriormente disse que estava no local porque vendeu crack para ele que não havia lhe pagado.

Diante dos fatos, o autor foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Notícias relacionadas