Cemig divulga ações para o período chuvoso em Araxá

Cemig divulga ações para o período chuvoso em Araxá

Com o objetivo de minimizar os efeitos provocados pelas chuvas sobre o sistema elétrico, a Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig investiu R$ 21,5 milhões na melhoria e manutenção da rede de distribuição e no atendimento aos consumidores de Araxá e região.

Para reduzir o impacto das chuvas de verão no sistema elétrico da região, a Cemig aumentou a disponibilidade de energia, reformou subestações, linhas e redes, instalou novos equipamentos automatizados e fez manutenção preventiva.

Segundo o engenheiro de sistema elétrico da Cemig, Luiz Cláudio Soares Costa, o intuito é reduzir o número de interrupções e restabelecer o fornecimento de energia no menor tempo possível, reduzindo os transtornos à população e às empresas durante o período chuvoso.

Obras e manutenção

A Cemig realizou melhorias nas subestações Araxá 1, Ibiá 2, São Gotardo 2, Rio Paranaíba e Patos de Minas 1. As instalações receberam novos equipamentos de telecontrole e proteção e um circuito de linha de distribuição de 138 kV. Com essas obras é possível atender a novos consumidores e aumentar a flexibilidade operativa em situações de emergências.

Em 2015, foram instalados mais 89 religadores telecontrolados no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, alcançando a marca de  792 equipamentos automatizados na região. Os religadores são equipamentos que protegem o sistema elétrico e agilizam o restabelecimento em caso de falta de energia.

Oito sedes municipais e distritos da região foram beneficiados com a implantação da transferência automática do fornecimento de energia para fontes alternativas. Outros cinco locais devem receber o benefício ainda neste ano. Essa alternativa permite atender os clientes dessas localidades por fonte reserva, em caso de perda da fonte principal de abastecimento.

Foram ainda inspecionados 100% das redes urbanas, feito limpeza e podadas 1.481 árvores em conflito com rede urbana e rural.

 Desempenho do sistema

Nos municípios da região de Araxá, até outubro, a Cemig reduziu em 8% o índice de duração (DEC) e em 46% a frequência (FEC) média de interrupção do serviço prestado em relação ao limite estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel. “O fornecimento de energia prestado em Araxá e região pela Cemig está com menos interrupções e, quando as interrupções acidentais acontecem, os consumidores ficam menos tempo sem energia”, afirma Luiz Cláudio.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: