Cerad não vai mais ser transferido para o bairro Santa Rita

Cerad não vai mais ser transferido para o bairro Santa Rita

Aconteceu nesta semana, na Câmara de Vereadores, um Fórum Comunitário com autoridades da área de segurança pública para debater o Centro de Reeducação do Adolescente (Cerad), que funciona no bairro Santa Terezinha. No fórum foi feito o anúncio de que o Cerad, que seria transferido para a antiga sede da Escola Estadual Luiza de Oliveira Faria, no bairro Santa Rita, não vai mais acontecer.

O encontro foi um pedido do vereador Sargento Amilton (PTdoB), que presidiu a reunião. Participaram também os vereadores Juninho da Farmácia (DEM), Romário do Picolé (PTdoB), Néia da Uninorte (PDT), Fárley Cabeleireiro (PT), Fabiano Santos Cunha (PTB), Eustáquio Pereira (PTdoB) e Pastor Moacir (PDT).

O Fórum Comunitário recebeu o juiz Renato Zupo, representantes do Cerad, da Polícia Militar, Polícia Civil e comunidade em geral.

Um decreto expedido pelo juiz Renato Zupo, depois de uma ação movida pelo Ministério Público (MP) em Araxá, fazia com que o Estado cumprisse a determinação de ser a responsável pelo Cerad, mas, de acordo com o juiz, a realidade já é outra.

“A liminar, a decisão provisória que foi concedida está suspensa em recurso interposto pelo próprio Estado. Nesse meio tempo nós estamos em tratativas com o MP, com o Estado, para ver se é possível a construção de um novo centro, com recursos da iniciativa privada e da comunidade de Araxá, e depois para que esse centro seja depois encampado pelo Estado”, explica.

Um dos temas que motivou o encontro foi a possível transferência do Cerad para o Santa Rita, fato que agora não existe mais. Para o vereador Sargento Amilton, a finalidade do fórum foi alcançada.

“Nós nos preocupamos porque eles iam transferir o problema de um bairro para o outro. Mas recebemos a notícia que essa transferência não vai mais acontecer. Vamos trabalhar agora nessa ideia de fazermos a sede em parceria com as empresas de Araxá, numa área de zona rural, como foi dito aqui pelos convidados”, finaliza.

Em breve, uma audiência pública, promovida pelo Estado, será realizada em Araxá para que seja definido o futuro da nova sede do Cerad.

Notícias relacionadas