Chegada do outono e o tempo frio aumentam o risco de novos casos de conjuntivite

Chegada do outono e o tempo frio aumentam o risco de novos casos de conjuntivite

Da Redação – A conjuntivite pode ser causada por vírus ou bactérias, levando a quadros diferentes, que requerem tratamentos também distintos. Os sintomas são a presença de olhos vermelhos e lacrimejantes, dor persistente, sensação de que há areia nos olhos, dor ao olhar pra luz e pálpebras inchadas. No caso das bacterianas, há uma grande produção de secreção amarelada e, pela manhã, a pessoa acorda com as pálpebras “grudadas”.

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de objetos contaminados (toalhas, travesseiros, lenços) e dissemina-se rapidamente em ambientes como escolas ou creches.

O tratamento da conjuntivite bacteriana é feito com uso de colírios de antibiótico. No caso das viróticas, o tratamento consiste em lavagem e manutenção de cuidados de higiene.

“Para prevenir essa doença, o ideal é que sejam mantidos hábitos de higiene adequados, já que o verão é época da disseminação de conjuntivites”, explica Maria do Carmo Monte, oftalmologista do ISO Olhos.

Segundo ela, basta a temperatura cair para um número maior de pessoas sentir coceira nos olhos, ardência, irritação, visão embaçada e dificuldade para trabalhar no computador. No último mês, das consultas de irritação, pouco mais de 10% foram diagnosticadas a conjuntivite. “Vale a pena alertar para a prevenção e forma de tratamento.”

Para prevenir, a médica lista os seguintes cuidados: evite coçar os olhos; use lenços descartáveis, quando necessário; use travesseiros individuais; evite usar objetos de pessoas com a doença; evite piscinas com água não tratada e o uso de lentes de contato nessas situações.

Após contrair a doença…

– Lave com frequência o rosto e as mãos.

– Troque as toalhas ou use toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos.

– Não compartilhe toalhas de rosto.

– Troque as fronhas dos travesseiros diariamente.

– Lave as mãos antes e depois do uso de colírios ou pomadas.

– Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite.

– Não compartilhe o uso de esponjas, rímel, delineadores ou de qualquer outro produto de beleza.

– Evite coçar os olhos para diminuir a irritação.

– Evite aglomerações ou piscinas de academias ou clubes.

– Evite a exposição a agentes irritantes (fumaça).

Atenção aos sintomas

Procure um oftalmologista se tiver um ou mais…

– Olho vermelho;

– Lacrimejamento;

– Sensibilidade à luz (fotofobia);

– Secreção;

– Íngua próxima à orelha.

Notícias relacionadas