‘Cine Sesc’ retoma exibições em Araxá

‘Cine Sesc’ retoma exibições em Araxá

O Cine Sesc, iniciativa que promove a circulação, difusão e acesso a produções cinematográficas nacionais e internacionais, retorna a Araxá, com a exibição gratuita de 13 filmes entre 7 de abril a 30 de junho. As apresentações serão realizadas no Sesc Araxá (rua Dr. Edmar Cunha, 150), com sessões abertas sempre às quintas-feiras, às 18h30.

A cada mês, o projeto propõe uma abordagem específica. O primeiro tema deste ano, em abril, será Viver é a coisa mais rara do mundo. A mostra traz trabalhos dos Estados Unidos, França, e Japão. Os filmes a serem exibidos são: Shortcut: Cenas da vida (EUA, 1993); E se vivêssemos todos juntos (França, 2012); Depois da chuva (Japão, 2001); Adeus, meninos (França, 1988); e Amor (França, 2012).

A partir de maio, o tema será Ditadura militar no Brasil. Quatro filmes compõem a segunda edição: Cidadão Boilesen (Brasil, 2009); Cara e Coroa (Brasil, 2012); Hoje (Brasil, 2012); e A memória que me contam(Brasil, 2013).

Já em junho o tema é Liberdade, igualdade e fraternidade. Serão exibidos os filmes: O menino e o mundo (Brasil, 2014); Hoje eu quero voltar sozinho (Brasil, 2014); Uma lição de vida (EUA | Quênia); e Onde fica a casa do meu amigo? (Irã, 1987).

SOBRE O ‘CINE SESC’

O Cine Sesc é um dos maiores circuitos de exibição de cinema em Minas Gerais e no Brasil. Realizado em parceria com o Departamento Nacional do Sesc, tem o objetivo de proporcionar acesso à produção audiovisual nacional e mundial, tanto do circuito comercial quanto alternativo.

SERVIÇO

Cine Sesc, em Araxá. De 7/4 a 30/6, (sempre às quintas-feiras, 18h30)

Confira as datas, filmes e sinopses das primeiras sessões do ano:

Abril – Tema: Viver é a coisa mais rara do mundo

7/4 : Shortcut: Cenas da vida (EUA, 1993)

Sinopse: Um painel da Los Angeles atual a partir do atropelamento de uma criança, filha de um apresentador de TV, por uma garçonete. Casais que não se entendem, pais e filhos que não se comunicam e amantes que não conseguem se integrar, fazem parte da narrativa costurada a partir de oito contos de Raymond Carver.

14/4 : E se vivêssemos todos juntos (França, 2012)

Sinopse: Annie (Geraldine Chaplin), Jean (Guy Bedos), Claude (Claude Rich), Albert (Pierre Richard) e Jeanne (Jane Fonda) são melhores amigos há mais de quatro décadas. Enquanto os dois primeiros e os dois últimos são casados, o do meio é um tremendo solteirão convicto, que não se cansa de aproveitar a vida. Quando a saúde deles começa a piorar e o asilo se apresenta como solução para um deles, surge a ideia de todos morarem juntos. Mas a novidade acaba trazendo a reboque algumas antigas experiências, que irão provocar novas consequências na vida de cada um.

21/4 : Depois da chuva (Japão, 2001)

Sinopse: Baseado no último roteiro escrito por Akira Kurosawa, e dirigido por um de seus discípulos, Depois da Chuva conta a história de Ronin (um samuri sem mestre), que não consegue encontrar um emprego. Gênio na arte de lutar, toda vez que chega numa cidadezinha para ensinar os espadachins, algo lhe impede de ficar com os trabalhos. Numa de suas aventuras ele é surpreendido por uma enchente que o obriga a ficar confinado numa pequena hospedaria ao lado de hóspedes esfomeados.

28/4 : Adeus, meninos (França, 1988)

Sinopse: França, inverno de 1944. Julien Quentin (Gaspard Manesse) é um garoto de 12 anos que frequenta o colégio St. Jean-de-la-Croix, em grandes dificuldades por conta da 2ª Guerra Mundial. Ele ganha um inimigo com a chegada de Jean Bonnett (Raphael Fejto), um introvertido garoto. Mais tarde Julien descobre que o menino é judeu e os dois se tornam melhores amigos, mas a tragédia chega à escola quando a Gestapo invade o local.

5/5 : Amor (França, 2012).

Sinopse: Georges (Jean-Louis Trintignant) e Anne (Emmanuelle Riva) são um casal de aposentados que costumava dar aulas de música. Eles têm uma filha musicista que vive com a família em um país estrangeiro. Certo dia, Anne sofre um derrame e fica com um lado do corpo paralisado. O casal de idosos passa por graves obstáculos que colocarão o seu amor em teste.

Maio – Tema: Ditadura militar no Brasil

12/5 : Cidadão Boilesen (Brasil, 2009)

Sinopse: Através de diversos depoimentos, o documentário revela as ligações de Henning Albert Boilesen (1916-1971), presidente do famoso grupo Ultra, da Ultragaz, com a ditadura militar. Seu apoio, assim como de muitos outros empresários, financia o movimento de repressão violenta e também a sua participação na criação da temível Oban – Operação Bandeirante, espécie de pedra fundamental do Doi-Codi.

19/5 : Cara e Coroa (Brasil, 2012)

Sinopse: São Paulo, inverno de 1971. João Pedro (Emílio de Mello) é um diretor de teatro que está bastante atarefado com os ensaios para uma nova peça. Nas folgas do trabalho ele recebe, ocasionalmente, a visita de um integrante do Partido Comunista, que não compreende as opções estéticas e políticas da peça, parcialmente financiada pelo partido. Paralelamente, Getúlio (Geraldo Rodrigues) e a namorada Lilian (Júlia Lanina), ambos idealistas, decidem colaborar com a resistência à ditadura militar, abrigando dois fugitivos. Eles decidem escondê-los na casa do avô (Walmor Chagas) de Lilian, um militar da reserva.

26/5 : Hoje (Brasil, 2012)

Sinopse: Vera (Denise Fraga) é uma ex-militante política que recebe uma indenização do Estado Brasileiro em decorrência do desaparecimento do seu marido, vítima da repressão provocada pela ditadura militar. Com o dinheiro, ela consegue comprar o tão sonhado apartamento próprio e, finalmente, ser considerada como viúva. No dia de sua mudança ela recebe uma visita inesperada que alterará sua vida.

2/6 : A memória que me contam (Brasil, 2013).

Sinopse: A ex-guerrilhera Ana (Simone Spoladore), ícone do movimento de esquerda, é o último elo entre um grupo de amigos que resistiu à ditadura militar no Brasil. Com a iminente morte da amiga, eles se reencontram na sala de espera de um hospital. Entre eles está Irene (Irene Ravache), uma diretora de cinema que sente-se perdida diante da proximidade da morte da amiga e que precisa ainda lidar com a inesperada prisão de Paolo (Franco Nero), seu marido, acusado de ter matado duas pessoas em um atentado terrorista ocorrido décadas atrás, na Itália.

Junho – Liberdade, igualdade e fraternidade

9/6 : O menino e o mundo (Brasil, 2014)

Sinopse: Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.

16/6 : Hoje eu quero voltar sozinho (Brasil, 2014)

Sinopse: Leonardo é um adolescente cego que, como qualquer outro, está em busca de seu lugar. Desejando ser mais independente, precisa lidar com suas limitações e a superproteção de sua mãe. Para decepção de sua inseparável melhor amiga, Giovana, ele planeja libertar-se de seu cotidiano fazendo uma viagem de intercâmbio. Porém a chegada de Gabriel, um novo aluno na escola, desperta sentimentos até então desconhecidos em Leonardo, fazendo-o redescobrir sua maneira de ver o mundo.

23/6 : Uma lição de vida (EUA | Quênia);

Sinopse: O queniano Kimani Maruge (1920-2009) entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes, como o homem mais velho a ingressar numa escola primária — foi em 2004, quando tinha 84 anos. Esse singelo drama revela a história do protagonista, interpretado pelo ótimo Oliver Litondo. Numa remota aldeia do Quênia, Maruge quer ter aulas com as crianças, mas é impedido. Enquanto o diretor o obriga a procurar uma escola para adultos, a professora Jane (Naomie Harris) se encanta pela perseverança do velhinho.

30/6 : Onde fica a casa do meu amigo? (Irã, 1987).

Sinopse: Um garoto, ao fazer seu dever de casa, percebe que pegou o caderno de seu amigo por engano. Sabendo que o professor exige que as tarefas sejam feitas no caderno, escapa das vistas de sua mãe e parte em busca do colega em uma jornada cheia de humanismo e fraternidade. Filme base do considerado Novo Cinema Iraniano, que revelou ao mundo seu diretor Abbas Kiarostami.

Local: Sesc Araxá (rua Dr. Edmar Cunha, 150)

Entrada gratuita

Informações sobre o evento (público): (34) 3201-8100

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: