Circuito da Canastra reintegra Araxá e mais cinco municípios à Política de Regionalização do Turismo

Circuito da Canastra reintegra Araxá e mais cinco municípios à Política de Regionalização do Turismo
Foto: Divulgação

O Circuito da Canastra reintegrou Araxá na lista de municípios participantes da Política de Regionalização do Turismo no Estado de Mina Gerais. Em julho, Secretaria de Estado de Turismo (Setur) publicou a listagem divulgando quais os municípios mineiros eram participantes da política, mas Araxá não havia sido contemplada.

No último dia 20 de agosto, a Setur publicou um novo expediente incluindo Araxá, Sacramento, Perdizes, São Roque de Minas, Tapira e Campos Altos na política de regionalização mineira, pela participação dessas cidades no Circuito da Canastra, entidade que tem por finalidade associar municípios vizinhos e enriquecer as práticas turísticas da região.

O presidente do Circuito da Canastra, Henrique Matos, fala da importância dessa conquista. “Assumimos o Circuito da Canastra em meio a atrasos burocráticos, dívidas e choques de transição. Temos batalhado para sanar todos os entraves e conseguimos resolver mais essa situação, que era a não inclusão das cidades pertencentes ao circuito em uma importante política estadual de incentivo ao turismo. Importante ressaltar a razoável e notória decisão da Setur, a qual reconheceu a importância que essas cidades têm para o turismo do Estado”, relata.

A regionalização é hoje a diretriz federal para a gestão do turismo adotada em Minas Gerais, com o objetivo de construir um modelo de organização pública que visa à descentralização.

Cabe aos Circuitos Turísticos o importante papel de articular as entidades públicas, privadas e do terceiro setor em sua região e municípios de abrangência e atuação para contribuir com o desenvolvimento econômico e social das regiões, por meio da atividade turística.

Circuito da Canastra

A atual diretoria da Associação do Circuito Turístico da Canastra foi empossada em abril passado. O presidente Henrique Matos diz está trabalhando arduamente, mesmo com a entidade sem recursos e contando com o trabalho voluntariado de alguns profissionais, para conseguir contornar a situação jurídica e financeira da instituição.

“Desde então, o circuito já conseguiu se reaproximar de cidades vizinhas. Nós estamos visitando as cidades da região, procurando restabelecer e até mesmo criar novas parcerias para dar continuidade ao trabalho do Circuito da Canastra. Felizmente, os municípios têm se animado com a nossa proposta e além das seis cidades que já estão inseridas, temos mais quatro que devem integrar o nosso trade em breve”, conta o presidente.

Ele ressalta ainda que o principal objetivo do Circuito da Canastra é fomentar e movimentar o turismo de natureza, compreendido pelo turismo de aventura e ecoturismo, sempre pregando a preservação e comunhão com o meio ambiente e comunidades.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: