Super banner
Super banner

Com gols de Flávio e Luizinho, Internacional vira para cima do Trianon

Com uma crescente no Campeonato Amador, o Internacional estreou bem na segunda fase e busca trilhar o caminho que o levou às semifinais no ano passado. Na manhã de hoje (17), no Chácara Dona Adélia, foi o Trianon quem abriu o placar, mas o Tricolor conseguiu a virada por 2 a 1 com os gols de Flávio e Luizinho, em partida de duas expulsões e muitas faltas.

Classificação e tabela da 1ª Divisão

Classificação e tabela da 2ª Divisão

Gol relâmpago e a reação

Mal Ronaldo Vicente deu início a partida e o artilheiro do campeonato já balançava as redes. Aos 30 segundos, Davi arriscou do meio da rua e pegou o Alencar de surpresa, o goleiro tentou o golpe de vista, mas a bola desviou no morrinho artilheiro e Davi pôde comemorar seu 22º gol na competição.

O empate do Internacional veio aos 24 minutos. Lucas fez boa jogada pela esquerda e tocou para Flávio, no meio do caminho, Rincón apareceu para cortar, mas escorregou e caiu com a mão na bola. O árbitro marcou pênalti e amarelou o zagueiro do Trianon. Na cobrança, Flávio deslocou o goleiro Romero e igualou a contagem.

O gol deu mais confiança ao Tricolor, tanto que Luizinho arriscou do meio campo e fez um golaço. Aos 39, o lateral viu Romero adiantado e chutou forte para virar o jogo. O Trianon teve a chance de empatar ainda no primeiro tempo, mas após grande confusão na área, Davi pegou rebote de escanteio e chutou em cima de Alencar.

Internacional administra o placar

O Trianon voltou com Careca no lugar de Ezequiel e Lucas no lugar de Romero, que saiu para cuidar de compromissos pessoais. Sem um reserva de oficio, o lateral esquerdo Gustavo foi transformado em goleiro, mas não foi exigido durante todo o 2º tempo.

Aos 21, Davi teve em uma cobrança de falta a chance de empatar o jogo. O jogador foi para a cobrança e acertou o travessão de Alencar. Na sobra, Marquinho não conseguiu chegar e a zaga afastou o perigo. Logo aos 29, Rincón fez falta dura e foi expulso, recebendo o segundo amarelo. Porém, o Internacional ficou em vantagem numérica por míseros 5 minutos. Aos 34, Luizinho, que já tinha amarelo, foi expulso por reclamação.

O treinador Saba sacou o camisa 10 Robson para a entrada de Galego. Juntamente com Ademir, Fernando, Waltinho e Jean, Galego ajudou na marcação, a fim de segurar a vitória. Mesmo sem um chute a gol durante a etapa complementar, o Internacional pode comemorar os primeiros três pontos e se figurar na ponta da tabela junto com o Dínamo, que venceu, também de virada, o Operário por 2 a 1, no Estádio Octaviano Paraíso Filho.

Ficha técnica

Trianon: Romero (Lucas) (Alex), Fábio, Alex, Rincón, Gustavo; Bim, Merson, Washignton, Ezequiel (Careca); Maycon (Marquinho) e Davi.
Treinador: Danilo

Internacional: Alencar, Luizinho, Fernando, Ademir, Kiko; Lazinho, Jean (Marcos), Waltinho, Robson (Galego); Lucas e Flávio (João Copasa).
Treinador: Saba

Árbitro: Ronaldo Vicente
Auxiliares: Luiz Carlos Braga e Luciano Machado

Cartões amarelos: Jean e Fernando (Internacional); Fábio e Bim (Trianon).

Cartões vermelhos: Rincón (Trianon) e Luizinho (Internacional).

Gols: Davi (Trianon), aos 30 segundos, Flávio (Internacional), aos 24, e Luizinho, aos 39 do 1° tempo. 

Notícias relacionadas