Companhia de Dança Uniaraxá se apresenta em rede nacional

Companhia de Dança Uniaraxá se apresenta em rede nacional

08/02/2011 – O ano mal começou e a Cia de Dança Uniaraxá já desponta no cenário nacional com brilho e profissionalismo. O talentoso grupo de dança na modalidade hip hop do Uniaraxá se apresenta no programa Se Ela Dança Eu Danço, que será levado ao ar nesta quarta-feira (9), às 20h15, no SBT. Vale conferir a performance da companhia no programa da emissora.

O ano de 2010 foi mais um de grandes conquistas para o grupo de hip hop do Uniaraxá. A companhia marcou a história da dança de Araxá representando a cidade pela segunda vez no famoso Festival de Dança de Joinville, tão sonhado entre os dançarinos, ingressando definitivamente no cenário dos gigantes e companhias profissionais do Brasil e do exterior.

Segundo a professora e coreógrafa Wanessa Borges, o grupo foi convidado pelo produtor do programa Se Ela Dança Eu Danço e essa apresentação na TV foi muito importante.

“É bem mais difícil do que dançar nos palcos de festivais e campeonatos, porém a rota que adotamos caminha lado a lado com o destino de nossas vidas, não por caminhos fáceis e cômodos, mas sob a pressão e o incentivo das dificuldades e das lutas”, relata.

Com formato original do SBT e direção de Ricardo Mantoanelli, Se Ela Dança Eu Danço é apresentado por Lígia Mendes e Beto Marden. Para avaliar as apresentações, a atração conta com um júri especializado formado por João Wlamir, Lola Melnick e Jarbas Homem de Mello.

A competição conta com dançarinos profissionais ou aspirantes de todas as idades, grupos, duplas ou solo para encontrar a nova estrela de dança do país. O vencedor ganhará R$ 200 mil, o maior prêmio da América Latina para uma competição do gênero.

Se Ela Dança Eu Danço é um programa irreverente, feito de boas histórias e de uma vida dedicada à arte da dança. “O objetivo maior é popularizar a dança para todos os públicos. Do balé clássico ao street dance, a dança é uma expressão artística que deve ser apreciada”, afirma Ricardo Mantoanelli.

Segundo o diretor, o Brasil já sedia o maior festival de dança do mundo, o de Joinville. “São 200 mil espectadores. Por que não levar isso à TV aberta? Se Ela Dança Eu Danço é a maior competição de dança já realizada na América Latina”, afirma.

Foram mais de 10 mil inscritos entre grupos, duplas e solos dos mais diversos estilos. Desse total, 250 se apresentam para os jurados especializados na área. Os 50 aprovados enfrentam novos desafios na segunda fase e os 10 melhores avançam para a final.

“Sou um jurado que vê mais o artístico, o espetáculo, mas sou bem justo”, afirma Jarbas. Já João Wlamir faz o papel de carrasco, avaliando a parte técnica das apresentações. “Muitos escolhem a dança, mas a dança escolhe poucos”, conta. Lola fica com o papel de conciliadora. “Eu vou entreter os jurados e o público. Vai se destacar aquele que se esforçar”, diz a jurada.

Notícias relacionadas