Comtur capta recursos para implantação de estátuas históricas em Araxá

Comtur capta recursos para implantação de estátuas históricas em Araxá
Foto: Imagem ilustrativa

O Conselho Municipal de Turismo (Comtur) aprovou projeto que vai buscar captação de recursos junto à iniciativa privada para a construção de quatro monumentos históricos em Araxá.

O projeto Monumentos de Araxá planeja a implantação das estátuas “Tributos dos Mineradores”, “Os Índios Arachás”, “O Sol Magnífico, Grandioso, Dourado…” e “Dona Beja Montada no Cavalo Branco”, esta última que deve ser a primeira a ser viabilizada e está orçada em cerca de R$ 280 mil.

A proposta foi bastante comentada nas redes sociais. Membros do trade turístico da cidade manifestaram críticas pela aprovação do projeto. “Uma cidade que rege o turismo como atividade principal em seu Plano Diretor e não tem nenhum Centro de Informações Turísticas que realmente funcione na prática, colocar uma estatua como prioridade, com tantas demandas carentes na área do turismo. Sinceramente, fico sem entender”, contestou uma das postagens.

De acordo com o presidente do Conselho Municipal do Turismo (Comtur), Geraldo Lima Júnior, que também é secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Parcerias, o projeto só sairá do papel se houver interesse de empresas privadas.

“É bom deixar claro que não vamos captar recursos do poder público. Não sairá R$ 1 dos cofres públicos. O objetivo é buscar junto a empresas nacionais, que já patrocinam projetos como este em outros municípios, o dinheiro necessário para confecção e implantação das obras. Precisamos enriquecer nossa cidade, criar novos pontos turísticos. Em cidades que possuem monumentos que destacam a cultura e a história local, os turistas fazem fila para tirar fotos e registrar aquela obra.”

Segundo ele, o foco do Comtur é elaborar projetos que busquem alternativas para o fomento turístico. “Claro que temos outras demandas na área turística e trabalhamos com o objetivo de atender todas elas. O Museu Dona Beja e a estátua de Calmon Barreto não estão no radar do Comtur, mas sim da Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB). Sabemos do trabalho e de todos os esforços que estão sendo feitos para restauração desses atrativos. No nosso entendimento, empresas privadas não têm interesse de investir na recuperação dessas obras. Por isso, o Comtur busca outras alternativas e, paralelamente, outros órgãos da administração pública buscam recursos para restaurar os monumentos que necessitam de revitalização.”

Geraldo explica que o projeto Monumentos de Araxá não é o único em andamento dentro do conselho. “Na próxima reunião do conselho, por exemplo, será apresentado pela secretária municipal de Turismo e Eventos, Régia Côrtes, um projeto de visa a divulgação da cidade e dos pontos turísticos que temos no município. O objetivo do Comtur é justamente elaborar projetos e buscar a captação de recursos para implantação. Não podemos trabalhar só com um projeto. Temos que ter alternativas. E o Monumentos de Araxá é um desses projetos que temos trabalhado”, explica o presidente.

Diante da repercussão nas redes sociais, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Araxá encaminhou nota esclarecendo que “ a elaboração do projeto de construção de monumentos históricos na cidade é de responsabilidade do Conselho Municipal do Turismo (Comtur)”.

Diz ainda que “a Administração Municipal não investirá recursos financeiros do município na construção desses monumentos”.

Fonte: Parceria com o site Araxá na Moral

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: