Concurso do Corpo de Bombeiros prevê 560 vagas para oficiais e soldados

Concurso do Corpo de Bombeiros prevê 560 vagas para oficiais e soldados

De 4 de janeiro a 4 de fevereiro de 2016, estarão abertas as inscrições do concurso para ingresso no Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. São oferecidas 30 vagas para Oficiais e 530 vagas para Soldados (Especialistas e Combatentes).

Para o quadro de Soldados Especialistas são oferecidas 30 vagas nas especialidades de mecânico de motor à diesel (11 vagas), mecânico de motor à gasolina/álcool (2 vagas), eletricista de autos (2 vagas), técnico em informática/ rede de computadores (8 vagas), técnico em eletrônica (2 vagas), técnico em eletrotécnica (2 vagas) e técnico em telecomunicações (3 vagas). É exigido o nível médio de escolaridade para todos os candidatos, porém, para concorrer às 30 vagas de Soldado Especialista, é preciso também formação técnica em motomecanização ou comunicações/informática.

Já para  Soldados Combatentes estão sendo oferecidas 500 vagas, sendo 450 para o sexo masculino e 50 para o sexo feminino. O valor da inscrição é de R$ 81,96 e o curso, com duração de oito meses, começa no dia 29 de março de 2017.  O CFSD 2014 teve 23,4 mil inscritos disputando 800 vagas, cerca de 29 candidatos por vaga. Atualmente, um soldado de 2ª Classe recebe salário de R$ 3.506,40.

Oficiais

Das 30 vagas oferecidas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO), 27 são para o sexo masculino e três para o sexo feminino. O curso tem duração de três anos, com previsão de início em 6 de fevereiro de 2017.

O último CFO teve 12,3 mil inscritos para 30 vagas, média de 412 candidatos por vaga. O valor da taxa de inscrição para o concurso é de R$ 177,49. Um Cadete do 1º ano recebe um salário de R$ 5.016,89.

Exigências

Ser brasileiro nato, para o cargo de oficial, ou nato ou naturalizado para o cargo de soldado; Possuir idoneidade moral; Estar quite com as obrigações eleitorais e militares; Ter no mínimo 18 (dezoito) anos e no máximo 30 (trinta) anos de idade na data de inclusão (início do curso); Altura mínima de 1,60 m (um metro e sessenta centímetros); aptidão física; Ser considerado indicado em avaliação psicológica; sanidade física e mental; Não ser contraindicado em exame toxicológico; Não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes, tatuagem visível que seja, por seu significado, incompatível com o exercício das atividades de bombeiro militar, dentre outras.

Os aprovados, tanto Oficiais quanto Soldados, têm direito a abono fardamento, assistência médico-hospitalar, psicológica e odontológica.

Edital:

www.gestaodeconcursos.com.br / www.bombeiros.mg.gov.br

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: