Condutor bêbado invade praça e atropela duas pessoas

Condutor bêbado invade praça e atropela duas pessoas

No sábado (4), por volta das 4h, a Polícia Militar (PM) compareceu à Praça São Domingos, Centro, onde duas pessoas foram atropeladas por um jovem que dirigia embriagado.

De acordo com a testemunha G.C.F., 24 anos, atravessava a faixa de pedestre sentido à praça quando veio um Celta conduzido por D.M., 24, pela Antônio Carlos e ao convergir à esquerda perdeu o controle, subiu na calçada e o veículo foi em direção a um grupo de pessoas sentadas no banco.

Duas vítimas não conseguiram desviar do carro e foram atropeladas – V.G., 17, que sofreu trauma na perna, e L.A., 24, com trauma no pé esquerdo, sendo socorridas pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto Atendimento Municipal (PAM), onde ficaram em observação.

Segundo relato do condutor, ele perdeu o controle do veiculo, subiu na calcada e assumiu que teria ingerido duas latas de cervejas. Diante do exposto, os policiais verificaram que o autor apresentava visíveis sintomas de embriaguez, com fala desconexa, andar cambaleante e respiração com odor etílico, sendo preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Padre Alaor

Homem agride ex-mulher na frente dos filhos e a ameaça com pistola

No sábado (4), por volta da 1h, a PM compareceu à rua Jerônimo Dias de Souza, no bairro Padre Alaor, onde a vítima C.M., 33, relatou que foi agredida pelo ex-marido.

De acordo com ela, estava em casa junto com seus dois filhos, uma menina de 7 anos e um adolescente de 15 anos, quando o seu ex-marido L.G.S., 27, chegou trazendo um marmitex nas mãos e perguntou se ela havia dado comida à menina.

A mulher respondeu a ele que não deixa os filhos passar fome, motivo pelo qual o autor se irritou e passou a espancá-la com um pedaço de madeira. Logo após o autor evadiu do local e retornou novamente portando uma pistola 380, que é de propriedade dele e geralmente fica guardada em local incerto, passado a ameaçá-la com a arma em punho, bem como tentou retirá-la de perto das crianças.

Os dois filhos da vítima impediram a ação, tendo a menina alegado que era para o autor matá-la primeiro e ficou na frente impedindo qualquer ato. O autor notou que a polícia foi acionada e quebrou o celular da vítima, fugindo do local em seguida.

A mulher agredida ficou com hematomas pelo corpo e foi encaminhada ao Pronto Atendimento Municipal (PAM) com suspeita de fratura no braço esquerdo. Face ao exposto, os policiais efetuaram rastreamentos, contudo, o acusado não foi localizado.

Notícias relacionadas