Consumo de energia elétrica cresce 4% no trimestre

Consumo de energia elétrica cresce 4% no trimestre

A maior demanda residencial e comercial foi decisiva para que, no terceiro trimestre, o consumo de eletricidade do país tenha aumentado 4,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando 108 mil gigawatts-hora (GWh). Os dados fazem parte do Boletim Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgado nesta sexta-feira (28) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Segundo o boletim, o consumo de energia elétrica dos setores comercial e residencial, no trimestre, aumentou 8,1% e 6,4%, respectivamente. Em setembro, o consumo nacional de eletricidade foi 4,4% maior do que o de setembro do ano passado, totalizando 36.699 GWh.

O crescimento do consumo de energia elétrica residencial mais que dobrou no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre, período em que houve muita chuva e temperaturas baixas em várias capitais brasileiras. Segundo a EPE, o consumo residencial do trimestre tem relação direta com a conjuntura econômica. “Colaboraram para isso, além do crédito difundido à população, as boas condições do mercado de trabalho, como o rendimento médio real, que cresce desde 2004 (IBGE), e a taxa de desocupação, que declina a cada ano”.

Já em relação ao aumento do consumo comercial, a EPE avalia que o setor de bens e serviços contribuiu para o desempenho. “Certamente contribui para isso a permanência da taxa de desemprego em nível baixo (até agosto variou entre 6% e 6,5%) e a disponibilidade de crédito ao consumidor”.

No terceiro trimestre de 2011, o consumo de energia elétrica industrial manteve o desempenho verificado no segundo trimestre do ano, com alta de 2% em relação ao mesmo período de 2010. De acordo com a EPE, o resultado foi influenciado pelo desempenho da atividade industrial nas regiões Norte e Centro-Oeste.

Com ABr

Notícias relacionadas