Convênios do município com entidades assistenciais são aprovados pela Câmara

Convênios do município com entidades assistenciais são aprovados pela Câmara

Três convênios com entidades assistenciais foram enviados pelo Executivo à Câmara Municipal, na tarde de ontem (24), e aprovados pelos vereadores. A Associação de Assistência a Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada), a Casa do Caminho e o Lar Ebenézer receberam verbas que somam R$ 306 mil.

Os vereadores cobraram do Executivo os projetos de lei que firmam convênios com outras entidades, como a Casa do Acolhimento São Francisco, Casa do Bom Samaritano, Serviço de Obras Assistências (SOS), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e outros.

Casa do Caminho

Projeto de lei 22/2009 – A Casa do Caminho irá receber cinco parcelas mensais e iguais de R$ 55 mil; totalizando R$ 275 mil. O hospital havia demitido sete funcionários, cinco fisioterapeutas, um dentista e uma secretária para conter gastos, cancelando os atendimentos odontológicos e de fisioterapia domiciliar. Com o convênio, a Casa do Caminho poderá custear os salários dos funcionários novamente.

Lar Ebenézer

Projeto de lei 23/2009 – O Executivo foi autorizado a celebrar convênio com a Associação Evangélica Lar Ebenézer, no sentido de conceder-lhe uma subvenção social no valor de R$ 6 mil a serem liberados em seis parcelas mensais de R$ 1 mil. Dois funcionários também foram cedidos pelo município; um fisioterapeuta e um enfermeiro para prestar serviços de saúde.

Fada

Projeto de lei 24/2009 – A Fada receberá R$ 25 mil parcelados em R$ 5 mil por mês, a fim de que a entidade possa pagar pessoal qualificado e custear demais despesas de manutenção necessárias à operacionalização da instituição. O município também cedeu profissionais à Fada; dois fisioterapeuta e um dentista.

Demais projetos

O Legislativo também aprovou o projeto de lei 17/2009 de autoria do vereador Mateus Vaz de Resende, que declara de utilidade pública a Associação de Ciências e Matemática de Araxá, e o projeto de lei 21/2009 que autoriza celebração de convênio com a Academia Araxaense de Letras, no valor de R$ 4,8 mil, a serem liberados em seis parcelas mensais e iguais de R$ 800.

Notícias relacionadas