Corpo de Bombeiros certifica primeira turma de Guarda-Vidas em Araxá

Corpo de Bombeiros certifica primeira turma de Guarda-Vidas em Araxá

O Corpo de Bombeiros, em parceria com o Sest/Senat, realizou nesta semana, a entrega dos certificados aos concluintes do Curso de Guarda-Vidas; em cumprimento à lei nº 6417, de autoria do vereador Fabiano Santos Cunha, que dispõe sobre a obrigatoriedade de salva-vidas em clubes, parques aquáticos e sociedades recreativas da cidade.

Em cerimônia solene, treze dos dezoito inscritos foram congratulados pelo desempenho e espírito altruísta, uma vez que o guarda-vidas coloca a sua vida em risco, em favor da sobrevivência do próximo. O treinamento realizado no decorrer do curso possibilitou aos formandos, vivência de situações emergenciais, quando colocaram em prática inúmeras modalidades de salvamento e também de medidas preventivas, como relatou o sargento Parreira, durante o evento de simulação que foi exibida aos convidados.

O vereador Fabiano Santos Cunha representou o Legislativo e foi homenageado com um diploma pelo Comandante Regional do Corpo de Bombeiros, Major André Casarim pela relevância da lei que já está em vigor. A diretora do Sest/Senat, Silvia Márcia Mazeto, ao cumprimentar o vereador pela matéria legislativa, reafirmou o compromisso daquela instituição em se manifestar parceira de iniciativas desta natureza, contribuindo para o bem-estar e melhor qualidade de vida de toda a população.

Autor do projeto de lei aprovado por unanimidade no Legislativo Municipal, o vereador Fabiano Santos Cunha destacou o trabalho realizado pelo tenente Ricardo e pelos capacitadores que atuaram diretamente com os formandos. Do mesmo modo, parabenizou cada formando e enalteceu o importante papel do Corpo de Bombeiros na comunidade de Araxá e região.

O parlamentar afirmou “que a Lei visa priorizar a vida e certamente beneficiará aos milhares de associados dos clubes araxaenses, levando maior segurança e tranquilidade, através da presença destes profissionais. Sem falar nas oportunidades de trabalho que se abrem”, concluiu. 

Notícias relacionadas