Cresce em 16% o número de novas empresas em Minas

Cresce em 16% o número de novas empresas em Minas

O número de novas empresas abertas no Estado aumentou em16%, no mês de setembro, em relação a agosto deste ano. Foram criadas 7.668 empresas e extintas 1.796. No mês passado foram abertas 6.603 contra 1.614, que encerraram suas atividades.

Os dados foram divulgados pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) e mostram que, nos primeiros nove meses de 2009, foram abertas 45.908 empresas e extintas 13.605. No mesmo período de 2008 (janeiro a setembro), a constituição e o fechamento de empresas foram, respectivamente, de 39.743 e 14.478 empresas.

Belo Horizonte liderou, em setembro, a abertura no Estado, com 3.068 empresas. Em segundo lugar, está Varginha (Sul de Minas), com 409; em terceiro, Montes Claros (Norte), com 406; em quarto, Juiz de Fora (Zona da Mata), com 395; e em quinto lugar, Uberlândia (Triângulo Mineiro), com 362 empresas.

Taxas

Segundo a Jucemg, para constituir uma empresa, as taxas variam entre R$ 74,16, empresa individual; R$ 149,59, sociedade empresária (Ltda.); R$ 244,69, sociedade por ações (S/A); e R$ 208,75, cooperativa. Na Prefeitura de Belo Horizonte, o alvará de localização custa R$ 131,36. No ranking nacional de 2008, Minas permanece em segundo lugar na abertura de novos negócios: 53.022 empresas.

O primeiro lugar ficou com o Estado de São Paulo, 185.055 novas empresas; o terceiro com o Rio Grande do Sul, 49.932; o quarto com o Paraná, 46.049; e o quinto lugar com o Estado do Rio de Janeiro, 33.331 empresas.

O presidente da Jucemg, Ayres Mascarenhas, afirma que os números de setembro sinalizam que o desempenho de novas empresas constituídas voltou ao período anterior à crise econômica mundial, que teve início em outubro do ano passado. Ele atribui também ao Programa Minas Fácil, implantado para facilitar a abertura de empresas no Estado, no prazo máximo de oito dias.

A constituição empresarial pode ser feita em uma das 27 unidades do programa, nas seis regionais da Jucemg, nas unidades de atendimento Uai/Psiu, além de Associações Comerciais e Industriais do interior do Estado conveniadas com a Jucemg.

Notícias relacionadas