Criação de Central de Documentos Perdidos é proposta na Câmara

Criação de Central de Documentos Perdidos é proposta na Câmara

O vereador Mateus Vaz de Resende (DEM) encaminhou à Mesa Diretora da Câmara um projeto de resolução de sua autoria que cria a Central de Documentos Perdidos (CDP) em Araxá. O projeto prevê a instalação da central no futuro Museu da Memória Legislativa Araxaense (Palácio Nagib Feres) a partir do segundo semestre deste ano, período em que a Câmara já estará funcionando em sua nova sede na avenida João Paulo II.

Segundo o vereador, os documentos encaminhados à CDP estarão listados no site oficial da Câmara e ficarão à disposição por um ano, a partir da data de cadastro. Se não houver procura nesse período, os documentos serão encaminhados à 43ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Araxá para as demais providências.

Mateus ressalta que os documentos só serão devolvidos mediante apresentação de outro documento ou de um boletim de ocorrência

Ele diz que a ideia de criar a CDP surgiu pela grande procura de pessoas que pedem ajuda financeira para pagar taxas de segunda via de documentos perdidos.

“Araxá não tem um ponto de referência para a entrega de documentos perdidos. Alguns são entregues nas rádios, ficam à disposição do comércio e da delegacia e até mesmo vão para o lixo. Com isso, a criação da central vai permitir que esses documentos sejam entregues aos donos de uma forma segura e gratuita, com muita facilidade”, afirma.

O projeto já deve ser aprovado na reunião da próxima semana. “É um projeto de grande importância e pedimos a parceria das rádios e do comércio em geral que esses documentos sejam encaminhados à central, facilitando a vida do cidadão.”

Notícias relacionadas