Criança de 7 anos morre com suspeitas de ter sido espancada

Criança de 7 anos morre com suspeitas de ter sido espancada

Da Redação – O garoto Deivid Gustavo Pereira, de 7 anos, morreu em Uberaba na noite desta quinta-feira (26) com suspeitas de ter sido espancado pela própria mãe. A criança morava no bairro Salomão Drummond e foi levada ao PSF do bairro Tiradentes na última terça-feira pelo irmão mais novo e pelo avô. De lá Deivid foi encaminhado para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) e depois transferido para o Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

A criança apresentava diversas lesões pelo corpo e estava muito fraca. A princípio ele teve uma infecção generalizada. A Polícia Civil está investigando a morte por meio da delegada Mariana Pontes Andrade, da Delegacia de Orientação à Família.

Alessandra Abadia Cunha, mãe da criança, está presa e deve responder pelo crime de tortura seguida de morte, cuja pena é de até 21 anos de prisão.  

A família já era acompanhada pelo Conselho Tutelar devido a outras denúncias, mas não dessa gravidade. Alessandra ainda tem outros três filhos que, por enquanto, estão sob os cuidados dos avós maternos Olivia dos Reis Cunha e Antônio Cunha.

Segundo a Polícia Militar, o avô da vítima disse que o padrasto do garoto queria levá-lo ao hospital, pois ele não estava se sentindo bem, porém, a mãe não deixou afirmando que o levaria depois.

Diante dos fatos, a autora, mãe da criança foi localizada e presa em flagrante delito pelos crimes de maus tratos, abandono de incapaz e omissão de socorro.

O corpo de Deivid foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi periciado e liberado. 

Notícias relacionadas