Crise econômica mundial faz brasileiros viajarem menos

Crise econômica mundial faz brasileiros viajarem menos

Os gastos de brasileiros no exterior, em janeiro deste ano (US$ 743 milhões), tiveram uma redução de 24%, em relação ao mesmo mês de 2008. Já as despesas de estrangeiros no Brasil (US$ 492 milhões) tiveram uma redução de 17%, na mesma comparação. Com esses dois dados, o déficit na conta de viagens ficou em US$ 251 milhões em janeiro.

“É um resultado que se mostra razoável. Nossa expectativa é de acomodação expressiva no déficit”, afirmou o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes.

Segundo ele, a redução da renda, resultado da menor atividade econômica por conta da crise financeira internacional, atinge brasileiros e estrangeiros. Já o aumento da cotação do dólar é o outro fator que justifica a redução das viagens de brasileiros para o exterior. “É natural que isso se dê no momento em que temos uma crise”, disse Lopes.

Em fevereiro, até hoje (23), o resultado negativo da conta de viagens está em US$ 101 milhões, com despesas de brasileiros no exterior no total de US$ 418 milhões e gastos de estrangeiros no país de US$ 317 milhões.

Lopes acrescentou que em toda a conta de serviços e renda, formada por viagens internacionais, juros, lucros e dividendos, deve haver apresentar acomodação. Em janeiro, as remessas de lucros e dividendos de US$ 698 milhões foi o menor desde setembro de 2005 (644 milhões).

O pagamento de juros chegou a US$ 1,963 bilhão. Nos dados parciais de fevereiro, até hoje (20), os gastos com juros chegaram a US$ 530 milhões e as remessas de lucros e dividendos chegou a US$ 665 milhões.

Notícias relacionadas