Demandas de Araxá são priorizadas em Fórum Regional de Governo

Demandas de Araxá são priorizadas em Fórum Regional de Governo

Ao menos uma entre dez proposições elegidas como prioridades em cada um dos cinco eixos que estruturaram a segunda rodada do Fórum Regional Triângulo Sul contempla diretamente o município de Araxá. A observação do deputado estadual Bosco (PTdoB), que foi um dos responsáveis pela realização do fórum regional em Araxá, diz respeito às demandas da população elencadas nos Diagnósticos Territoriais para o Triângulo Sul nas áreas de desenvolvimento econômico; infraestrutura; proteção social; saúde e esporte; e educação e cultura.

O parlamentar, que percorreu pelos cinco grupos temáticos organizados em diferentes salas durante a realização da segunda etapa do Fórum Regional Triângulo Sul, na última terça-feira (29/09/15), no Tauá Grande Hotel de Araxá, ressaltou que a eleição das propostas prioritárias é “extremamente importante” para que os pleitos possam ser incorporados ao Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e ao Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI). “É fundamental que essas prioridades possam ser incluídas nesses aparelhamentos do governo para que realmente possam ser contempladas no Orçamento Fiscal do Estado”, ponderou. Bosco destacou ainda que, por meio da eleição das demandas, os pleitos apresentados por ele ao secretariado de e aos chefes do Executivo são “legitimados” e “reiterados”

Segurança Pública

A estadualização do Centro de Reeducação do Adolescente (Cerad) em Araxá, considerando como contrapartida do município, a disponibilidade de doação de área para a construção da unidade; o aumento de efetivo da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG); a implantação do programa de Governo Olho Vivo; e a instalação de nova sede da Delegacia de Polícia Civil no atual prédio da Cemig foram algumas das dez propostas elegidas entre no eixo Segurança Pública, que foram subdivido em Defesa Socal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Desenvolvimento Econômico

Neste eixo de discussão, a implantação de gasoduto e aeroporto de cargas na região, investimentos na rodovia que liga Araxá a Franca (MG-428) e a elaboração de um plano de recuperação de estradas vicinais foram as propostas mais votadas, que impactam diretamente o desenvolvimento econômico de Araxá.

Saúde e Esporte

Políticas de investimentos que possam garantir o custeio dos hospitais filantrópicos, a criação de um fundo estadual de valorização do servidor da saúde e a utilização dos recursos do Participa SUS para estruturação dos conselhos municipais de saúde foram três das dez propostas eleitas no eixo da saúde. Já no esporte, o pleito para a reformar do A.T.C Araxá Tênis Clube e da criação de programas de incentivo ao esporte rural foram as proposições eleitas que dizem respeito ao município.

Educação e Cultura

A criação de uma Superintendência Regional de Ensino no microterritório de Araxá, a construção de um campos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) no município, a melhoria na estrutura das escolas estaduais e o custeio do transporte escolar foram as demandas eleitas para o eixo Educação e Cultura, que influenciam diretamente em Araxá.

Assistência Social

O pleito de imediata assunção pelo Estado de Minas Gerais do Centro de Reeducação do Adolescente (Cerad), que hoje é custeado pelo município de Araxá foi reiterado neste eixo.

Com Guilherme Scarpellini.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: