Devido a chuva, prefeitura transfere moradores de área de risco

Devido a chuva, prefeitura transfere moradores de área de risco

A Prefeitura de Araxá, por meio da Secretaria Municipal de Ação e Promoção Social, retirou os moradores em áreas de risco no bairro Cincinato de Ávila. Na quinta-feira, 14, o prefeito Aracely de Paula determinou que uma equipe ficasse de plantão acompanhando os trabalhos no local.

No sábado, 16, na parte da manhã, o Prefeito visitou as quatro famílias moradoras da área de risco e imediatamente disponibilizou técnicos da área social e da saúde para retirada das famílias do local. Elas foram transferidas para casas alugadas pela Prefeitura e enquadradas no programa aluguel social, destinado a famílias de baixa renda e em situação de risco e emergência.

Ainda no sábado a tarde, os assessores da Secretaria de Promoção e Ação Social, Vergílio José da Silva Júnior e Juarez Luzia França, entregaram as chaves das casas alugadas e providenciaram, juntamente com equipe da Secretaria da Saúde, a mudança das famílias.

A moradora Claudinéia Dias, 41 anos, juntamente com o marido e os filhos mudaram e estão morando numa área próxima da região. Segundo a moradora, a Prefeitura prestou toda assistência a eles, com visitas diárias ao local. “Achamos muito importante a visita pessoal do Prefeito Aracely, ele falou que ia resolver nossa transferência e fez isso no mesmo dia. Agora estamos seguros, vamos ficar morando em outro local até que tudo seja resolvido, pois ficou acertado pelo Prefeito que o aluguel dos quatro imóveis será custeado pela Prefeitura até que o muro seja reconstruído pela administração municipal”.

Outra moradora, Patrícia Cristiane Marques, mãe de quatro filhos, vivia com sua família numa das casas, só que numa situação diferente. Eles pagam aluguel para a proprietária que recebeu do programa habitacional há 12 anos. Eles foram deslocados para o bairro Urciano Lemos, com aluguel pago pela Prefeitura.

“Nossa situação aqui era grave e preocupante, estava tirando o nosso sono, a gente ficava vigiando as crianças o tempo todo e nem dormia mais. O prefeito veio aqui e nos deu toda assistência que a gente precisava. Ele falou que não podia continuar com a situação que encontrava e iria resolver, cumpriu e prometeu”, ressalta Patrícia Cristiane Marques.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: