Dezoito pessoas detidas em Araxá e Tapira

Dezoito pessoas detidas em Araxá e Tapira

As Eleições Gerais 2010 em Araxá e Tapira ocorreram com tranquilidade neste domingo (3). Apenas 18 pessoas foram detidas por crimes eleitorais, sendo doze eleitores por consumo de bebida alcoólica em via pública. As demais ocorrências foram de transporte irregular de eleitor e de bocas de urna, com destaque para um princípio de confusão na porta do maior colégio eleitoral do município, a Escola Estadual Professor Luiz Antonio Correa de Oliveira (Polivalente), onde dois ficais se desentenderam, após um deles ter cantado um jingle de um determinado candidato.

Em Tapira, foram três pessoas conduzidas à delegacia por boca de urna, panfletagem e transporte irregular de eleitores. O delegado regional de Polícia Civil (PC), Heli Andrade, diz que não houve ocorrências de grande destaques. “Foi um processo eleitoral muito calma, como realmente esperávamos. Temos quase 70 mil eleitores e não houve qualquer situação fora do normal.”

Segundo o delegado, a presença de policiais federais para acompanhar o processo eleitoral é uma situação comum. “Temos uma parceria, um resolução onde os crimes de maior potencial ofensivo, que são aqueles que as pessoas devem ser atuadas em flagrantes, são de responsabilidade da Polícia Federal (PF). Mas todas as ocorrências foram de menor potencial, de responsabilidade da PC”, explica Heli.

O juiz Eleitoral, Renato Zouain Zupo, diz que a expectativa é que as urnas de Araxá e Tapira sejam apuradas até as 20h. “Tivemos ocorrências naturais de crime eleitoral, tivemos alguns registros, mas nada que estragou o processo eleitoral. O meu prognostico é que entre as 20h e 21h o resultado local das eleições 2010 será divulgado.”

Notícias relacionadas