Super banner
Super banner

Divergência entre estudantes e Arap altera acordo da meia-entrada da Expoaraxá

Divergência entre estudantes e Arap altera acordo da meia-entrada da Expoaraxá

A Associação dos Ruralistas do Alto Paranaíba (Arap) fechou um novo acordo com estudantes para a compra da meia-entrada da Expoaraxá 2009. A apresentação da declaração de matrícula não é mais exigida a partir desta sexta-feira (17). A aquisição do documento é cobrada em algumas instituições da cidade.

De acordo com o presidente da Arap, Antônio Lúcio Marques, para adquirir a meia-entrada os estudantes devem portar uma carteira específica da instituição de ensino e o pagamento da última mensalidade, caso a instituição seja particular, além da carteira de identidade.

A exigência da declaração de matrícula causou mais polêmica entre os estudantes do Centro Universitário de Araxá (Uniaraxá). De acordo com a presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Vanessa Correia Alves, uma taxa de R$ 5 reais é cobrada para a aquisição do documento.

Segundo ela, os universitários já pagam uma taxa de R$ 11 para adquirir a carteira estudantil da União Nacional dos Estudantes (UNE) que é válida em todo o Brasil. Ela diz que o acordo conquistado com a Arap é uma vitória da classe estudantil.

“Os estudantes merecem ser atendidos dentro das normas vigentes no Brasil. Todos estavam bastante apreensivos com tudo que estava ocorrendo na festa, mas agora estão tranquilos. Articulamos com várias pessoas e órgãos diferentes, a luta é constante para que a gente tenha realmente o nosso direito estabelecido dentro da Expoaraxá e qualquer outra festa que venha a ocorrer na cidade”, afirma.

Notícias relacionadas