Diversão é o que não falta nas Colônias de Férias dos Espaços Multiusos

Diversão é o que não falta nas Colônias de Férias dos Espaços Multiusos

As Colônias de Férias dos Espaços Multiusos da prefeitura estão promovendo diversas atividades às crianças carentes de Araxá durante esta segunda quinzena de julho. Modalidades esportivas, gincanas, brinquedotecas, além de oficinas de música, artesanato e pintura são alguns dos atrativos oferecidos de segunda a sexta, das 8h às 17h. Elas também contam com café da manhã, almoço e lanche da tarde.

De acordo com o coordenador de Esportes da Assessoria Especial de Planejamento e Projetos, Eduardo Luciano Vieira, cada Espaço Multiuso (sendo dez no total) atende 150 crianças. “As Colônias de Férias dos Espaços Multiusos tiram as crianças das ruas, oferecem atividades esportivas, lúdicas e pedagógicas, ou seja, um melhor desenvolvimento para elas, com saúde e equilíbrio emocional.”

Eduardo diz que as colônias de férias acontecerão duas vezes por ano, nos meses de julho e dezembro. Coordenadores pedagógicos, psicólogos, monitores e demais profissionais cuidam de todas as atividades.

Com tantos atrativos na colônia de férias do Multiuso do Abolição, Tamires Almeida Pacheco, 11 anos, nem pensa em ficar em casa durante o dia. “É muito bom me divertir aqui e o que eu mais gosto de fazer é jogar peteca.”

Rafael Gonçalves de Souza, 10, também não perde um dia da colônia de férias. “Eu gosto de todas as atividades, mas o futebol é o meu passatempo predileto.”

Os bairros com que tem o Espaço Multiuso são o Bom Jesus, Dona Beja, Padre Alaor, São Geraldo, Santa Terezinha, Abolição, Orozino Teixeira, Pão de Açúcar, Santa Luzia, Santo Antônio e Boa Vista (atualmente em reforma).

Parceria

A colônia de férias no Abolição conta com a parceria do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). A entidade, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, conta com verbas do governo federal que são aplicadas na alimentação, materiais esportivos e brinquedos.

“O Cras atende todas as idades com diversos trabalhos sociais preventivos. A nossa equipe é composta por advogado, assistente social, psicólogo, agentes sociais que estruturam todas as atividades que são investidas com a subvenção que recebemos do governo federal”, destaca a assistente social e coordenadora operacional do Cras, Valéria Pereira da Silva.

Além do Abolição, o Cras desenvolve trabalhos no Aeroporto I e II, São Francisco e Armando Santos.

Notícias relacionadas