Dona Adélia conquista o Ruralão, mas tumulto tira o brilho da festa

Dona Adélia conquista o Ruralão, mas tumulto tira o brilho da festa

A Chácara Dona Adélia sagrou-se campeã do Ruralão 2010 ao empatar em 1 a 1 com a Fazenda Máfia no segundo jogo da final, realizada na manhã de hoje (6), no Estádio Municipal Fausto Alvim. O resultado beneficiou o time amarelo e azul que havia vencido a primeira partida por 2 a 0.

A festa só não foi completa por causa da briga entre as torcidas, iniciada por provocações de torcedoras da Chácara Dona Adélia, que originou uma grande confusão na arquibancada coberta, paralisando o 2° tempo por mais de dez minutos.

Máfia desperdiça chance de sair com vantagem na etapa inicial

Após ter a sua vantagem revertida ao perder a primeira partida da final, só restou à Fazenda Máfia partir ao ataque para conseguir um resultado com dois gols de diferença, já que fez melhor campanha na primeira fase. Já a Dona Adélia entrou em campo recuada com o intuito de administrar a sua vantagem.

Com investidas de ataque entre a zaga, a Máfia conseguiu um pênalti, aos 45 do 1° tempo. Juninho Valeriano dominou na grande área, fez o giro e foi derrubado por Eliezer no momento da conclusão. Guilherme partiu para a cobrança, mas mandou para fora, à esquerda de Renato.

Máfia abre marcador; artilheiro da Dona Adélia faz gol olímpico

Apesar de ter perdido o pênalti, a Máfia não se abateu e continuou em busca do gol, e conseguiu, aos 12 do 2° tempo. Rafael Ananias, que havia entrado no lugar de Guilherme, completou cobrança de escanteio de cabeça.

A simples vitória ainda garantia o título ao Dona Adélia, que aos poucos se soltou e buscava o ataque pelas pontas. Aos 31, outro gol em jogada de escanteio, desta vez pelo lado amarelo e azul. O artilheiro Patrick cobrou direto para o gol e empatou a partida.

A partida perdeu o brilho com o tumulto iniciado por um grupo de torcedoras da Chácara Dona Adélia à torcida da Máfia. Com os ânimos amenizados após intervenção da Polícia Militar e de torcedores da paz, a partida foi retomada e a Dona Adélia aguardou o apito final para comemorar o título.

Ficha técnica

Fazenda Máfia: Pacote, Daniel, Fred, Thiago Valeriano (Lucão) e Guilherme (Rafael Ananias); Zebini, Ronaldo (Julio), Juliano (Eto´o) e Juninho Valeriano; Tiago Parreira e Beto (Cairo).
Treinador: Roberto Escova.

Chácara Dona Adélia: Renato; Bruno, Eliezer, Eliazar (Joselino) e Paulinho; Hugão, Léo (Marcílio), Patrick (Márcio) e Cuíca (Cléber); Carlos (Doquinha) e Harlem (Bocão).
Treinador: Celinho.

Árbitro: João Mariano (Bozó).

Auxiliares: Sebastião Prosolino e Anésio Rubens.

Gols: Rafael Ananias, aos 12 do 2° tempo, e Patrick, aos 31.

Cartões vermelhos: Branco (Dona Adélia) e Daniel (Máfia).

Notícias relacionadas