Em sua despedida, José Domingos diz que continua parceiro da Câmara

Em sua despedida, José Domingos diz que continua parceiro da Câmara

 

Da Redação/Jorge Mourão – Com apresentação de diversos requerimentos e uma mensagem emocionada ao final de seu depoimento na tribuna, sob aplausos do plenário e do público, José Domingos Vaz se despediu da Câmara Municipal de Araxá durante a reunião ordinária desta terça-feira (22). Ele se licencia do cargo de vereador para assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano nos próximos dias.

Ainda durante o seu discurso, que durou cerca de uma hora e meia, José Domingos fez questão de ressaltar aos vereadores que trabalhará em parceria com a Câmara, principalmente em relação às demandas formalizadas por requerimentos.

“O vereador representa a comunidade e todos os requerimentos que forem encaminhados nós daremos muita atenção. Independente de ser de oposição ou da base (governista), o vereador é atento aos pedidos da comunidade, aos eleitores. E o vereador tem por obrigação em fazer o requerimento, e o secretário tem por obrigação respondê-los (criticando diversas situações em que secretários do atual governo não dão resposta aos requerimentos). O secretário deve informar até mesmo se não tem condições de executar (a demanda), nunca barrar ou deixar de dar explicações.”

Já em entrevista à imprensa, José Domingos voltou a falar que ainda não tem em mente às ações que serão realizadas. “Vamos primeiro fazer um estudo do que vamos melhorar, principalmente à comunidade mais carente, somando com a administração. Esperamos que o prefeito entenda que aquilo que for de direito da secretaria seja repassado para que nós possamos fazer o trabalho necessário”, afirma.

Entretanto, José Domingos negou que o seu pedido de autonomia seja um receio de interferência do prefeito Jeová Moreira da Costa em relação ao seu trabalho na pasta.

“Jamais houve receio. O que eu quis dizer é que o secretário é uma pessoa de confiança do prefeito, uma extensão do Executivo. E toda extensão necessita de autonomia para tocar a secretaria. Isso é muito importante para o desenvolvimento do Executivo e da própria secretaria.”

Substituto

O vereador-presidente Carlos Roberto Rosa (PP) afirma que encaminha uma consulta à Justiça Eleitoral já nesta quarta-feira (23) para ter uma definição sobre quem substituirá José Domingos. As decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) têm se manifestado a favor do primeiro suplente do partido. Neste caso, quem assumiria seria o pastor Moacir Ferreira dos Santos (PDT).

Já a Câmara dos Deputados e a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) tem empossado os suplentes das coligações. Neste caso, a cadeira ficaria para o empresário Alexandre Carneiro de Paula, do PR.

Roberto acredita que até a próxima segunda-feira (28) a Justiça já dê um parecer sobre a situação. “O melhor caminho é recorrer ao judiciário para que possamos ter uma definição.”

Notícias relacionadas