Ensino integral em ambiente ideal

Ensino integral em ambiente ideal

A Prefeitura de Araxá e o Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) firmaram parceria para implantar o Programa de Educação Integral da Rede Municipal de Ensino, através da interação entre a Escola Municipal de Aplicação Lélia Guimarães e os alunos e professores dos cursos que compõem o Uniaraxá. Serão utilizados todos os espaços acadêmicos, esportivos, culturais, de saúde e de lazer destinados aos cursos superiores para o desenvolvimento de atividades pedagógicas dos alunos da escola de aplicação.

O convênio foi assinado no dia 1º de junho, no auditório do Júri, com a presença do prefeito Jeová Moreira da Costa, secretária municipal de Educação, Giovana Maria Mesquita de Paula Guimarães, reitor Válter Gomes, diretor da Fundação Cultural de Araxá, José Gino Borges, além de secretários municipais, assessores, vereadores, pró-reitores, coordenadores e professores do Uniaraxá, imprensa e outros convidados.

O reitor do Uniaraxá agradeceu a todas as autoridades pelo empenho conjunto em prol da educação com qualidade e resultados, como vem acontecendo em Araxá. Ao prefeito, o reitor deixou uma mensagem de reconhecimento por tudo o que a administração tem feito pelo município e agradeceu a sua confiança no Uniaraxá demonstrada mais uma vez nesta parceria.O prefeito Jeová defendeu as prioridades do seu governo – educação e saúde. “Nós só vamos conseguir o desenvolvimento regional se unirmos os talentos para o bem comum”, destacou.

Giovana aproveitou a oportunidade para estreitar os laços da secretaria com o Uniaraxá. “Sonhamos juntos este projeto e já sabíamos que ia dar certo”, afirmou. “A educação em tempo integral tem um forte cunho social e é uma gratificação muito grande para nós contarmos com o apoio pedagógico e físico do Uniaraxá. Seremos modelo não só para Araxá, mas para toda a região. Só a inclusão com qualidade garante o desenvolvimento”, ressaltou a secretária.

Espaço de aprendizagem e inclusão social

As atividades do programa funcionarão no Bloco do Instituto de Ciências da Saúde. Os alunos terão acesso também ao laboratório de informática, biblioteca, espaços do Centro Olímpico, laboratórios da saúde, Empresa Júnior, auditório, entre outros. O lanche para os alunos no contra-turno será oferecido pela Prefeitura Municipal. Eles utilizarão uniforme especialmente confeccionado para o Projeto. A intenção é iniciar o projeto de Educação Integral com 120 alunos – 60 do turno da manhã e 60 do turno da tarde, que se revezarão no contraturno e serão escolhidos de acordo com os critérios preestabelecidos. A cada semestre o programa será ampliado, até atingir todos os 800 alunos da Escola Municipal de Aplicação Lélia Guimarães.

A proposta da Educação Integral é elevar a qualidade do ensino, reduzir a possibilidade de reprovação e promover o atendimento do aluno com defasagem de aprendizagem, visando à ampliação do universo de experiências artísticas, culturais e esportivas, com extensão do tempo de permanência do aluno no ambiente escolar.

Outra finalidade desta parceria é melhorar a qualidade dos estágios curriculares dos cursos de graduação e desenvolver projetos de ensino, pesquisa e extensão comprometidos com a melhoria da qualidade de ensino e da formação do professor.

A atividade de formação continuada será oferecida aos professores da Escola de Aplicação visando seu aperfeiçoamento e troca de experiências. Serão envolvidos nesse projeto professores e alunos estagiários dos cursos de Pedagogia, Educação Física, Enfermagem, Sistemas para Internet, Sistemas de Informação, Educação Física, Ciências Biológicas, Administração, Ciências Contábeis e Direito.

Conteúdos a serem desenvolvidos pelo programa

Educação Integral na Emalg/Uniaraxá

Acompanhamento pedagógico, noções de meio ambiente, letramento e jogos matemáticos, escolinhas esportivas, esporte e lazer, dança, cultura e arte, informática educativa, inclusão digital, educação econômica, cidadania e Educomunicação, Direitos Humanos, prevenção e promoção da saúde, educação em saúde, formação continuada (para os professores da Escola de Aplicação Lélia Guimarães).

Pelo Uniaraxá, estão envolvidos no projeto os professores Ivana Guimarães Lodi, coordenadora do curso de Pedagogia, Juliana do Prado Silva Rios, diretora do ICS, Azilmar Borges da Silva Martins (ISE), Nilson Carvalho, diretor do ICEH, Maria Celeste de Moura Andrade (Suporte Pedagógico do Uniaraxá).

Pela Emalg atuarão os seguintes professores: Glória Lúcia Ribeiro Soraggi, diretora da Emalg, Marlene das Dores Ribeiro, coordenadora do Projeto de Educação Integral da Emalg, Fabíola Cristina Melo, professora no acompanhamento/apoio pedagógico às atividades e aos professores e estagiários envolvidos no projeto, Amair de Araújo, professor responsável por atividades esportivas e artísticas, bem como apoio administrativo à coordenação do projeto.

O Projeto Educação Integral já está previsto no Plano Decenal de Educação do município, mas está sendo implementado somente agora por iniciativa da secretária municipal de Educação, Giovana de Paula Mesquita.

O projeto já foi implantado no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, com atividades de formação que trazem desenvolvimento à aprendizagem. No Uniaraxá, a expectativa é de que a experiência alcance bons resultados, tendo em vista que a Escola Municipal de Aplicação Lélia Guimarães é um laboratório da instituição, dando suporte às licenciaturas, utilizando técnicas mais modernas, experimentação e pesquisa, com infraestrutura e suporte especializado, tudo isso colocado à disposição da escola.

A coordenadora do Programa de Educação Integral da Rede Municipal de Ensino, Marlene das Dores Ribeiro, afirma que a grande expectativa do projeto é incluir, fazer permanecer e desenvolver as crianças e adolescentes de baixa renda através das atividades extracurriculares, integrando família, escola e comunidade, contribuindo, assim, para melhorar o rendimento do aluno, além de evitar a evasão e a repetência.

Neste primeiro momento, participarão do programa somente os alunos de 6 a 14 anos da escola de aplicação, informa a coordenadora, mas no próximo ano todos os interessados poderão se inscrever.

O Programa Educação Integral já contempla 140 alunos das escolas municipais Centro Social Urbano (CSU) e Professor Nélson. “O grande diferencial desta nova instalação do projeto na Emalg é a estrutura oferecida pelo Uniaraxá. A nossa expectativa é das melhores. Tem tudo para ser um sucesso.”

Informe Institucional do Uniaraxá

Notícias relacionadas