Exportações do agronegócio mineiro registram crescimento de 12,5% no bimestre

Exportações do agronegócio mineiro registram crescimento de 12,5% no bimestre

A receita das exportações mineiras do agronegócio, no primeiro bimestre de 2015, somou US$ 1,1 bilhão, valor 12,5% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. A cifra alcançada pelas vendas externas equivale a 31,2% do total das exportações estaduais, que somaram US$ 3,6 bilhões. O agronegócio também se consolidou como segmento importante na balança comercial do país, no período, respondendo por 41% das exportações brasileiras, totalizando US$ 10,5 bilhões. A informação é da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) com base em dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

No primeiro bimestre, destacam-se os resultados obtidos com a comercialização externa do café, que somou US$ 716 milhões, indicando aumento de 49,2% em relação ao registrado nos dois primeiros meses do ano anterior. O segmento das carnes (bovina, suína, frango e peru) foi o segundo produto da pauta de exportação do agronegócio mineiro no período, totalizando US$ 109 milhões; o setor sucroalcooleiro e de produtos florestais contribuíram cada um com US$ 98 milhões e as exportações mineiras de soja somaram US$ 22 milhões. Esses produtos representam 93,3% da pauta mineira de exportações.

Os principais países compradores, nos dois primeiros meses do ano, foram Alemanha, EUA, Itália, Japão, Bélgica e China. Juntos esses países respondem por 58% das exportações do agronegócio mineiro.

Segundo o Superintendente de Política Agrícola da Seapa, João Ricardo Albanez, carnes, produtos florestais e soja apresentaram resultados positivos em fevereiro em comparação com o mês anterior. Já o café e o complexo sucroalcooleiro registraram resultados negativos. “O mês de fevereiro teve um desempenho inferior de 21% em relação à janeiro”, afirma.

 

Notícias relacionadas