Super banner
Super banner

Festa dos Motoristas é encerrada com carreata

Festa dos Motoristas é encerrada com carreata

“Foi tudo como planejado, um sucesso mesmo”. Esta é a avaliação do presidente da Adesc, José Magalhães da Silva, ao fazer um balanço da Festa dos Motoristas 2.015.  O evento foi encerrado neste domingo (26) com cerca de dois mil veículos, entre carros, motos e caminhões pelas ruas da cidade, durante a tradicional carreata. “Eu levantei cedinho às cinco da manhã para a alvorada e venho com a minha família participar desta festa, é uma forma de estarmos juntos e comemorarmos este dia”, diz o motorista Henrique da Silva

A chegada da carreata, este ano, foi especial.  Os motoristas foram recebidos com uma apresentação da Banda Lira Araxaense e receberam a benção dos veículos. “Fiquei muito emocionado com tudo. Nestes quatorze anos em que eu participo tenho certeza que foi o ano em que tivemos a maior participação popular nas atividades religiosas da festa”, diz o pároco da Basílica de Sacramento, padre Sérgio Márcio de Oliveira.

A sede da Associação de Apoio aos Motoristas – Adesc ficou cheia durante toda a tarde. A programação incluiu transitolândia, rua do lazer, sorteio de brindes e almoço.

Cultura para todos

O domingo de festa foi o ponto alto deste evento que visa a valorização da classe, da fé e da cultura regional. Em quatro dias, a Festa dos Motoristas reuniu milhares pessoas em suas atividades, que incluíram celebrações religiosas e apresentações culturais diversificadas.

As atividades foram abertas na quinta-feira (23), quando subiram ao palco a atriz Cida Mendes, com a peça “Concessa, Tecendo Prosa” e os Jovens Violeiros de Araxá. Na sexta (24), o grupo Araxá Dance Company fez o público aplaudir de pé suas duas apresentações. “É muito válido para nós artistas de Araxá termos esse respaldo, esse incentivo para continuar na atividade cultural. 

Mais que a oportunidade de se apresentar, esse intercâmbio com os artistas de renome nacional é muito importante também”, conta Wanêssa Borges, coordenadora do grupo, que antecedeu a apresentação da banda Xote Brasil.

No sábado (25), quem esteve presente no Bairro Dona Beja assistiu apresentações de renome nacional. O Mágico Renner, considerado referência nacional em mágica e humor, envolveu o público e fez questão de brincar com crianças, adultos e idosos em seus truques. “Eu fico, muito, muito, muito feliz. Sabe por quê? Vamos pegar por baixo, 70% das pessoas que estavam aqui nunca foram ao teatro e nunca teriam acesso a um espetáculo como este. É para isso que existe a Lei de Incentivo à Cultura e um evento como este cumpre o papel dele, neste sentido”, diz o mágico.

Na mesma noite o mestre da viola caipira, Marcus Biancardini, transformou o instrumento que domina em Harpa de Concerto, Guitarra Portuguesa, Bandolim e fez até o canto da seriema. “Parece que eu tocava e as pessoas falavam: olha lembrei do vovô lá na fazenda, senti até o cheiro do café sendo passado na hora, ou seja, realmente valoriza nossa cultura brasileira”, comemora Biancardini.

Notícias relacionadas